dicas de SEO

As dicas de SEO são instrumentos valiosos para a conquista de um bom posicionamento nos resultados de busca.

Todas as plataformas de pesquisa presentes na internet usam parâmetros específicos para ordenar os milhares de resultados indexados diariamente, de modo a apresentar as melhores respostas para o usuário.

Vamos usar o motor de pesquisas mais famoso do mundo, o Google, como exemplo. Só nessa plataforma os usuários fazem mais de 40 mil buscas por segundo, sendo um dos principais buscadores.

Com isso, cabe ao Google rastrear cada um desses resultados para indexar em sua página e entregar aqueles que serão os mais úteis para as pessoas dentre os primeiros resultados

Para que esse rastreamento ocorra, a ferramenta leva em conta uma série de elementos – tanto dentro quanto fora das páginas passíveis de ranqueamento.

Conheça agora as 10 dicas mais importantes para otimizar as estratégias de marketing do seu site e se destacar na web. 

Como usar o SEO com qualidade

Nos tópicos a seguir você vai encontrar os principais pontos das regras de SEO, explicados com clareza para serem aplicados hoje mesmo na sua página, de modo que ela consiga ser vista pelos algoritmos e melhor ranqueada.

Abordaremos desde as estratégias de SEO on page, que dizem respeito a decisões dentro do site, até as estratégias de SEO off page, sobre a relação do seu site com o resto do ambiente virtual.

Dessa forma, você terá um panorama mais completo do assunto para poder aprimorar as estratégias de inbound marketing com mais qualidade.

  1. Pesquise as palavras-chave

As palavras-chave são os termos mais pesquisados pelos usuários nos motores de busca.

Por isso, antes de começar a produzir qualquer tipo de conteúdo, pesquise os termos mais populares na sua área de atuação.

Assim, você vai saber exatamente quais palavras usar para ser visto pelo maior número possível de pessoas.

  1. Publique conteúdo de qualidade

No entanto, só o emprego de palavras-chave de alta densidade não vai garantir a formação de um público fiel a longo prazo.

Para isso existe o marketing de conteúdo, isto é, o uso de materiais relevantes para promover um produto ou um serviço.

Conteúdo relevante é aquele que resolve os problemas da base de clientes, trazendo informações novas através de uma linguagem acessível e especializada.

  1. Cuide da segmentação de público

Para ter sucesso na internet é preciso conhecer profundamente o público que está sendo visado.

Apostar em estratégias generalistas e massificantes não é o mais indicado. É preferível segmentar o público com especificidade, a partir de dados como:

  • Localização;
  • Idade;
  • Renda média;
  • Profissão;
  • Interesses.

Fazendo isso, as estratégias de marketing digital da empresa vão se tornar mais assertivas e direcionadas. Uma campanha de Twitter Ads quando o público está nesse ambiente pode ser feita e vai gerar mais conversões, por exemplo.

  1. Consiga backlinks

Os backlinks são links presentes em páginas de terceiros que levam o usuário à sua página.

Eles são um sinal de relevância e credibilidade extremamente importante para o ranqueamento no Google.

Você pode consegui-los fazendo parcerias com outras marcas, a partir de guest posts e co-marketing.

Procure se associar a empresas que tenham relação com o seu produto ou o seu público. Dessa forma, os backlinks serão mais contextualizados e orgânicos.

  1. Utilize texto-âncora

Texto-âncora é o texto clicável que leva a uma outra página. É um dos fatores mais usados pelos algoritmos do Google para indexar sites, pois entendem como um sinal de qualidade e relevância ter diversos canais direcionando para um.

A quantidade e a característica dos textos-âncora são dois dos elementos que determinam onde e quando uma página vai aparecer nos resultados do Google.

Por isso, assegure-se de que o texto-âncora dos seus posts descreva com precisão o conteúdo.

  1. Cuide da experiência do usuário

Quem acessa o seu site pela primeira vez tem que obter uma experiência de qualidade para retornar no futuro.

A experiência do usuário na internet diz respeito a, entre outros fatores, características como:

  • Navegabilidade;
  • Responsividade do design;
  • Velocidade de carregamento;
  • Qualidade do conteúdo.

Esses quatro pontos são essenciais na construção de um domínio virtual de referência, além de também serem levados em conta na hora do ranqueamento e experiência do usuário. 

  1. Use links internos

Os links internos são aqueles que levam o usuário para outras páginas de um mesmo site.

Eles devem ser usados principalmente para trazer informações complementares e facilitar a indexação de outras páginas.

Com isso os usuários vão passar mais tempo no seu site e o Google será informado sobre o restante das páginas relevantes, identificando o canal como muito valioso para os internautas.

  1. Utilize as palavras-chave organicamente

As palavras-chave mencionadas logo nos primeiros tópicos devem estar presentes nos títulos, textos, URLs e imagens associadas ao seu site, evidenciando os temas tratados no conteúdo.

Contudo, isso não significa que você deve incluí-las sem critério. Isso porque o Google sabe identificar quando uma palavra-chave é utilizada de forma artificial para burlar o algoritmo.

  1. Faça boas meta descrições

As metadescrições são os pequenos textos que ficam abaixo do título e do link de uma página nos resultados de busca.

Elas servem para dar uma prévia do conteúdo que o usuário vai encontrar caso clique no resultado. Por isso, seja claro e objetivo para garantir mais cliques, mas deixe especificado o tema que será abordado e seu direcionamento, usando técnicas que estimulem o clique.

  1. Atenção aos textos alternativos

Eles são as palavras-chaves relativas às imagens de uma página, pois contêm descrições delas para facilitar a compreensão de diferentes públicos e até dos próprios robôs.

Esse também é um fator de ranqueamento, além de ser uma medida para melhorar a acessibilidade.

Assim, ao aplicar essas 10 dicas, você conseguirá melhorar seu ranqueamento exponencialmente, mas é preciso lembrar que elas devem ser acompanhadas com regularidade, identificando ações que podem ser mais efetivas para seus objetivos e públicos.