Edição virtual do será no dia 22 de agosto (sábado), a partir das 14h, com transmissão pelo Lance Rural e canal do YouTube da entidade

O GPB – Grupo Pecuária Brasil, que atua para conectar a classe pecuária brasileira e promover o setor no Brasil e no mundo, realiza neste sábado, dia 22 de agosto, a partir das 14 horas, o 1º Leilão GPB – Carga Fechada. O remate vai ofertar 3.900 animais em 90 lotes, sendo 57 deles somente de machos. A edição virtual será transmitida pelo Lance Rural e no canal do GPB no Youtube, e contará com a participação dos leiloeiros rurais João Antônio Gabriel e Eder Benitt, “o Catatau”, referências como “profissionais do martelo” de todo o país.

De acordo com o presidente da Associação GPB, Oswaldo Furlan Junior, o objetivo principal do leilão é ser a ponte para unir os associados do GPB, compradores e vendedores, numa plataforma de transparência, qualidade e responsabilidade. “O GPB já tem exercido um papel de elo entre compradores e vendedores e, agora com o leilão, ofereceremos a possibilidade de aproximar os interesses e fomentar novos e mais negócios”, aposta.

“O leilão vem para marcar, de fato, o nome do GPB na história da pecuária. Não somente pela associação consolidada e pelo preço balizador do boi gordo, mas pela união de classe. Ao longo desses seis anos, o GPB já mostrou a que veio e, agora, incrementa sua atuação com a comercialização de animais”, completa.

O remate é carga fechada, com animais revisados, com garantia e contará com diversas categorias para atender às diferentes demandas dos produtores, como: bezerros leves, bezerros pesados, novilhas leves, novilhas pesadas, novilhas para matrizes, vacas vazias para inseminação, vacas paridas, vacas prenhas de cruzamento, animais de cruzamento para exportação em pé e animais para engorda em confinamento. “Será um leilão completo, inclusive com animais de várias raças, como Angus, Canchim e Guzerá”, afirma Furlan.

Os quatro primeiros lotes do leilão foram doados por pecuaristas que integram grupo e que se identificam com causa. Além disso, a comissão dos animais leiloados será revertida 100% para o GPB com a proposta de fortalecer ainda mais os trabalhos da associação e estruturar sua atuação de forma cada vez mais profissional. “Assim, poderemos dar um atendimento e uma contrapartida aos nossos produtores da melhor forma possível”, salienta.

A iniciativa surgiu quando a entidade notou que havia uma demanda no mercado de comercialização de bovinos e apostou no modelo de negócios ao lançar seu leilão com marca própria, inicialmente para o estado de São Paulo. “Por enquanto, o leilão é só para o estado de São Paulo, mas já estamos com reserva para Goiás e Bahia, que devem ser os próximos eventos”, projeta.

“O produtor precisa, busca e quer uma empresa e uma leiloeira que façam esse trabalho, mas que também lhe dê segurança na comercialização, na qualidade dos animais que são apresentados, no peso, na logística e na questão de pagamento com operações seguras. Com isso, o GPB sai à frente com êxito e sucesso”, finaliza.

O Grupo Pecuária Brasil nasceu em uma rede social por meio da troca de mensagens entre produtores paulistas e tornou-se uma entidade representando os pecuaristas do Brasil. Atualmente, 15.512 membros integram o GPB, de 380 cidades, 19 estados e Distrito Federal, além de participantes de três países. No total, o grupo representa cerca de 2,6 milhões de cabeças de gado e abate 1,3 milhão de cabeças por ano. O leilão será transmitido pelo canal do GBP no Youtube: https://bit.ly/2OOY7pJ