Goiânia, Goiás 15/5/2020 – Para reduzir custos, é necessário aumentar os investimentos. Isso porque investimento é o que te traz retorno financeiro, aumentando os resultados (ROI).

As 5 formas de reduzir custos nas empresas que não impactam na qualidade dos produtos ou serviços oferecidos

Reduzir custos na empresa é sempre um ponto importante no setor financeiro. Principalmente em momentos de crise, essa alternativa se torna ainda mais comum.

É importante citar que a diminuição de despesas deve ser considerada após a realização de um diagnóstico. Porém, é essencial sempre tentar manter a saúde financeira do negócio, a fim de crescer de forma sustentável.

Pensando nisso, a seguir, serão abordadas 5 formas de reduzir custos na empresa que não impactam na qualidade dos produtos ou serviços oferecidos.

1. Definição de metas para reduzir custos na empresa
Todos os departamentos devem estar envolvidos nessa grande meta de diminuir despesas. Com isso, é preciso que o gestor de cada setor deixe sua equipe ciente da parcela de responsabilidade que tem dentro da meta. Tais metas devem ser definidas também dentro dos próprios setores. Por fim, é preciso avaliar o impacto de cada corte a ser realizado. Não é nada estratégico diminuir despesas sem antes refletir sobre a consequência de tal ação.

2. Incentivo geral para redução de despesas
Investir na conscientização interna para a economia é muito válido também. Algumas opções são:
– Abolir o uso de copos descartáveis na empresa
– Colar adesivos nos interruptores com lembretes para apagar a luz ao sair e acender apenas com necessidade
– Ofereça recompensas por ideias de redução de custos
– Incentivar o uso do ar condicionado apenas nos períodos mais quentes do dia
– Restringir o uso de impressoras apenas em extrema necessidade
– Dar preferência aos eletrônicos que poupam mais energia elétrica
É importante que o corte de custo se detenha apenas nas áreas que não atinjam o bem-estar dos colaboradores.

3. Foco em investimento e não em despesa
Para reduzir custos, é necessário aumentar os investimentos. Isso porque investimento é o que te traz retorno financeiro, aumentando os resultados (ROI).
Líderes, do setor fiscal, por exemplo, podem utilizar orçamento do time em ações e ferramentas que farão seu departamento ser mais produtivo e mais estratégico. Trazendo assim, maior retorno para a empresa como um todo.

4. Otimização do tempo das equipes
Para aplicar essa alternativa, é necessário:
– Separar em categorias as atividades realizadas pelo time
– Analisar o tempo gasto em cada uma delas
– Conversar com os colaboradores para identificar problemas e buscar soluções
– Criar novos fluxos para que as tarefas sejam feitas em menos tempo
– Utilizar aplicativos que contribuam para a produtividade
– Dividir de forma equilibra as responsabilidades entre os membros da equipe
– Investir na automatização
Diminur o tempo gasto nas atividades realizadas dentro do departamento, é possível reduzir: pagamento de horas extras; futuras contratações desnecessárias (às vezes, não é necessário mais pessoas na equipe, as tarefas estão apenas mal divididas); serviços contratados que não contribuem para a otimização do tempo ou que deixam o andamento das atividades mais lentas.

5. Terceirização de atividades que não são essenciais
Essa forma de reduzir custos é essencial. Para colocá-la em ação, é necessário focar no core business do negócio (verdadeiro objetivo) e listar as atividades que não contribuem diretamente com o objetivo central da empresa. Além disso, é importante analisar quais atividades são possíveis de terceirizar e trarão mais benefícios se colocadas nas mãos de especialistas. Uma dica para identificá-las é notar quais tarefas levam mais tempo para serem realizadas, por serem complexas e aquelas que o negócio não obtém retorno financeiro direto em sua realização. Um exemplo é a contabilidade, acompanhamento tributário e gestão fiscal (emissão e recebimento de notas)

Como dito no tópico anterior, é interessante investir na automatização. Procurando sistemas que realizam essas atividades complexas de maneira mais ágil e descomplicada. Assim, direcionando esforços exclusivamente para o core business do negócio, a empresa diminui ou evita: custos trabalhistas, atrasos na entrega de obrigações fiscais/tributárias, retrabalho, descontrole no gerenciamento contábil e fiscal.

Investir em uma ferramenta de automatização não é gasto, é investimento. É essencial colocar a energia do time no que faz o negócio crescer. Deixe a parte de emissão e recebimento de notas fiscais com quem é especialista: https://www.oobj.com.br/pages/monitor/

Website: https://www.oobj.com.br