De acordo com o novo Cisco Annual Internet Report, relatório anual da Cisco sobre a internet, o 5G representará mais de 10,6% das conexões móveis do mundo em 2023. A média da velocidade do 5G será de 575 megabits por segundo, ou 13 vezes mais rápida do que a média da conexão móvel. Com capacidades avançadas de desempenho, o 5G propiciará infraestruturas móveis mais dinâmicas para IA e novas aplicações da IoT, incluindo carros autônomos, cidades inteligentes, saúde conectada, vídeos imersivos e outras. Quanto ao Brasil, as conexões 5G representarão 6% do total de conexões móveis e a velocidade média do 5G será de 595,5 Mbps no país em 2023.

Nos últimos 50 anos, cada década trouxe uma nova tecnologia móvel com invoções revolucionárias. Os requisitos de largura de banda móvel evoluíram das chamadas de voz e mensagens de texto ao vídeo em definição ultra-alta (UHD, na sigla em inglês) e uma variedade de aplicativos de realidade aumentada/realidade virtual (RA/RV). Usuários pessoais e corporativos no mundo inteiro continuam gerando novas demandas e expectativas para a conexão em redes móveis. Essa tendência atual é claramente marcada pela adoção e utilização de aplicações móveis. Redes sociais, streaming e downloads de vídeo, aplicativos de produtividade, comércio eletrônico e jogos vão continuar impulsionando o crescimento das aplicações móveis, com cerca de 300 bilhões de downloads até 2023. No Brasil haverá 6,2 bilhões de downloads de aplicacões móveis até 2023, acima dos 4,9 bilhões em 2018.

“O que estamos vendo, a partir de nossa pesquisa, é um aumento contínuo de usuários de internet, dispositivos e conexões, com demandas cada vez maiores na rede por mais aplicações, mais segurança, mais capacidade e resiliência”, afirma Giuseppe Marrara, diretor de Políticas Públicas da Cisco do Brasil. “Esses dados e o conhecimento obtido com nosso estudo vão ajudar as empresas, governos e operadoras a preparar e proteger suas redes para o crescimento que está ocorrendo nas conexões e aplicações. Planejamento estratégico e parcerias serão essenciais para todas as organizações capitalizarem com suas inovações e seus investimentos em tecnologia.”

“O Brasil segue a mesma tendência de alto crescimento, e em alguns casos superando as projeções globais. O número de usuários de internet no Brasil representará 92% da população em 2023, superior aos 66% esperados globalmente. Associado à isso, a velocidade média da banda larga móvel crescerá a um ritmo superior ao global. São crescimentos que demandarão grande planejamento e investimentos no setor.”, destaca Hugo Baeta, diretor de vendas para Operadoras da Cisco do Brasil.

Destaques do Cisco Annual Internet Report (2018 – 2023)

O Cisco Annual Internet Report abrange redes móveis, Wi-Fi e banda larga fixa, com projeções quantitativas sobre crescimento de usuários, dispositivos e conexões, bem como desempenho das redes e tendências relevantes em um período de cinco anos (2018-2023).

Projeções globais de usuários de internet e internet móvel mundiais para 2023

  • Mais de 70% da população mundial (5,7 bilhões de pessoas) terá conectividade móvel (2G, 3G, 4G ou 5G).
  • 66% da população mundial (5,3 bilhões de pessoas) usará internet.

Dados Brasil

  • Haverá 199,8 milhões de usuários totais da Internet (92% da população) até 2023, contra 164,5 milhões (79% da população) em 2018.
  • Serão 181,1 milhões de usuários móveis totais (84% da população) até 2023, contra 169,7 milhões (81% da população) em 2018.

Projeções globais de dispositivos e conexões para 2023

  • Haverá 3,6 dispositivos/conexões em rede por pessoa, e quase 10 dispositivos e conexões por residência.
  • Quase metade (47%) de todos os dispositivos e conexões suportarão vídeo.
  • As conexões máquina a máquina (M2M) com suporte para uma ampla gama de aplicações de IoT representarão cerca de 50% (14,7 bilhões) do total mundial de dispositivos e conexões.

Dados Brasil

  • 3,5 dispositivos de rede per capita até 2023, acima dos 2,4 per capita em 2018.
  • 76% de todos os dispositivos em rede estarão no segmento de consumo até 2023, em comparação com 81% em 2018.
  • 24% de todos os dispositivos em rede estarão no segmento de negócios até 2023, contra 19% em 2018.
  • No Brasil, os módulos M2M serão responsáveis por 45% (338,9 milhões) de todos os dispositivos em rede até 2023, em comparação com 27% (138,2 milhões) em 2018.

Projeções globais de conexão móvel para 2023

  • 45% de todos os dispositivos em rede terão conexão móvel (3G ou inferior, 4G, 5G ou Área Ampla de Baixa Potência [LPWA, na sigla em inglês]), e 55% estarão conectados por cabo ou Wi-Fi.
  • As conexões mundiais de 5G constituirão 10,6% de todas as conexões móveis.
  • Em 2023, as conexões mundiais de LPWA representarão 14,4% do total das conexões móveis, comparado com 2,5% em 2018.

Dados Brasil

  • 44% de todos os dispositivos em rede terão conexão móvel até 2023 e 56% serão conectados ou conectados via Wi-Fi.
  • Haverão 20 milhões de conexões 5G totais até 2023.
  • No Brasil, as conexões 5G representarão 6% do total de conexões móveis até 2023.
  • As conexões 4G representarão 58,4% do total de conexões móveis até 2023, comparado a 53,8% em 2018.
  • As conexões 3G e inferiores representarão 29,6% do total de conexões móveis até 2023, comparado a 46,1% em 2018.
  • As conexões LPWA representarão 6% do total de conexões móveis até 2023, comparado a 0,1% em 2018.

Projeções globais de Wi-Fi para 2023

  • O número mundial de hotspots de Wi-Fi será quadruplicado entre 2018 e 2023. Existirão cerca de 628 milhões de hotspots públicos no mundo, contra 169 milhões em 2018.
  • O número mundial de hotspots de Wi-Fi6 crescerá 13 vezes entre 2020 e 2023, passando a representar 11% de todos os hotspots públicos de Wi-Fi.

Dados Brasil

  • No Brasil, o total hotspots Wi-Fi públicos (incluindo homespots) crescerá 5 vezes entre 2018 e 2023, de 4,6 milhões em 2018 para 23,8 milhões em 2023.
  • O total de Wi-Fi homespots crescerá 5 vezes entre 2018 e 2023, de 4,4 milhões em 2018 para 23,5 milhões em 2023.

Projeções mundiais de desempenho das redes (móvel, Wi-Fi e banda larga fixa) para 2023

  • As velocidades médias mundiais de conexão móvel mais que triplicarão, indo de 13 Mbps (2018) para 44 Mbps (2023).
  • As velocidades médias mundiais de conexão Wi-Fi mais que triplicarão, de 30 Mbps (2018) para 92 Mbps (2023).
  • As velocidades médias mundiais da banda larga fixa mais que duplicarão, de 46 Mbps (2018) para 110 Mbps (2023).

Dados Brasil

  • A velocidade média da conexão móvel aumentará 4,6 vezes de 2018 a 2023, de 8,9 Mbps em 2018 para 41,1 Mbps em 2023
  • As velocidades médias de Wi-Fi de dispositivos móveis crescerão 2,9 vezes de 2018 a 2023, de 10,6 Mbps em 2018 para 31 Mbps em 2023.
  • A velocidade média da banda larga fixa crescerá 4,1 vezes de 2018 a 2023, de 16,9 Mbps em 2018 para 69,4 Mbps.

Tendências globais de segurança cibernética entre 2018 e 2019

  • Globalmente, a frequência de ataques DDoS aumentou 39%.
  • Globalmente, o pico dos ataques cresceu 63% em tamanho.
  • O tamanho médio dos ataques DDoS é de 1 Gbps (23% dos ataques são superiores a 1 Gbps); houve um aumento de 776% nos ataques entre 100 Gbps e 400 Gbps.