São Paulo – SP 26/5/2020 – Com o avanço da tecnologia as fraudes vêm ocorrendo em grande escala

É na auditoria que são averiguadas de forma sistemática as atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor se estão de acordo com as disposições planejadas

Embora a palavra auditoria assuste a maioria das pessoas, a sua função nada mais é do que averiguar de forma sistemática as atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor se estão de acordo com as disposições planejadas e/ou estabelecidas previamente, se foram implementadas com eficácia e se estão adequadas. Isso significa que não deveria ser surpresa para ninguém da equipe.

Dentro do trabalho de auditoria a empresa tem opção de fazê-lo de forma interna ou externa e é normalmente na externa que os problemas são mais identificados.

Segundo a especialista Monara Santana, ao iniciar um trabalho de auditoria externa, primeiramente o especialista tem que conhecer o cliente e seu cenário econômico para estabelecer o planejamento, obter evidências e avaliá-las para determinar os critérios do trabalho. “Políticas e procedimentos da organização também são dados chaves para a realização da primeira etapa. Com essa avaliação, podemos ter uma visão geral das áreas de maior risco dentro da organização, tempo estimado do trabalho, quantidade de pessoas que irão integrar a equipe de trabalho e estratégias de execução”, explica. 

Monara que tem sua primeira formação como Contadora e depois realizou um MBA em auditoria e controladoria detalha as fases do processo que pode, segundo ela, mudar todo o futuro da companhia. “Depois dessa primeira fase, inicia-se a execução dos procedimentos estabelecidos no planejamento do trabalho de auditoria. Realização de testes de substantivos (obtenção de evidência quanto à suficiência, exatidão e validade dos dados produzidos pelo sistema contábil da entidade) e aderência (obtenção de razoável segurança de que os procedimentos de controle interno estabelecidos pela administração estão em efetivo funcionamento e cumprimento)”, detalha.

Todas as análises e constatações de não conformidade são de praxe reportadas aos supervisores responsáveis pelo trabalho, o qual realiza constantemente reuniões para discussão dos pontos encontrados com a gerência/administração da empresa. As quais serão levadas em conta para o parecer de auditor (opinião do auditor em relação as demonstrações financeiras da empresa).

O auditor tem que ter total independência na realização do trabalho, respeitar as normas de conduta e não utilizar a função em benefício próprio ou de terceiros. Ter confidencialidade das informações obtidas é um dos pilares do profissional.

A auditoria tem uma grande importância na detecção de fraudes.  “Com o avanço da tecnologia as fraudes vêm ocorrendo em grande escala, uma vez que os dados são incorporados em um certo sistema, as empresas têm dificuldade em saber se o sistema é confiável ou se o usuário responsável inseriu corretamente as informações. Por isso a auditoria realiza testes os quais analisam a confiabilidade do sistema e de seus dados” esclarece Monara.

Profissionais da área facilmente se deparam com empresas que tentam inflar seus lucros para atrair investidores e ter acesso a créditos.  “Isso é feito com a manipulação dos dados contábeis conhecida como: contabilidade criativa. Nesse momento que o profissionalismo de uma empresa e o profissional é destaque, para que outros possíveis investidores sejam protegidos. Diria que a auditoria tira de debaixo do tapete toda a informação, seja ela boa ou não para o futuro da empresa”, finaliza Santana.

 

Website: http://www.dino.com.br