Alexandre Mattos fora do Cruzeiro de Ronaldo
foto: Global Football Management/Divulgação

O Cruzeiro, que agora é uma SAF (Sociedade Anônima de Futebol), teve 90% de suas ações adquiridas por Ronaldo Fenômeno. Mediante a isso, o planejamento do time mineiro já possui uma importante mudança: Alexandre Mattos não será o diretor de futebol do clube.

Alexandre Mattos

Antes da venda das ações do Cruzeiro, o time declarou que não haveria mudanças drásticas no futebol, mas a situação mudou após a compra de Fenômeno. Ao todo o clube já havia contratado nove jogadores seguindo um planejamento de Mattos e Luxemburgo.

Conforme a Rádio Itatiaia, a decisão para o desligamento de Mattos foi de Ronaldo. Mattos seria anunciado oficialmente como diretor de futebol em janeiro, entretanto o executivo já trabalhava nos bastidores negociando com jogadores para a temporada 2022.

Essa seria a segunda passagem de Alexandre Mattos no Cruzeiro. O executivo esteve no cargo de diretor do clube por dois anos. Na ocasião, a Raposa conquistou dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014).

Com a saída de Mattos, Paulo André é o possível nome para assumir o cargo de diretor. Paulo André defendeu a zaga do clube mineiro em 2015, entretanto, sua passagem não traz boas lembranças à torcida.

Vanderlei Luxemburgo

Vanderlei Luxemburgo pode também estar de saída do comando do time mineiro. O técnico renovou recentemente seu vínculo com o Cruzeiro para a temporada 2022.

A ampliação do contrato de Luxemburgo com o Cruzeiro tinha sido feita antes da chegada Ronaldo ao comando do clube. Luxemburgo esteve à frente de 23 jogos do time na Série B com oito vitórias, onze empates e 04 derrotas.

Com a possível saída de Luxemburgo, alguns nomes já vêm sendo especulados na imprensa. Mano Menezes é o nome mais forte e isso se dá por conta da proximidade de Ronaldo com o técnico. Fernando Diniz seria outro que interessa Ronaldo.