Algoritmos, especialistas e alto desempenho: exemplo do uso da tecnologia no mercado financeiro

Brasília, D.F 13/5/2020 – Utilizando a tecnologia apropriada e com a equipe certa é possível alcançar resultados extraordinários.

Cada vez mais surgem novas opções de investimentos, tendências globais e tecnologias. Através do uso de modelos quantitativos e tecnologia consegue realizar arbitragens de recursos tanto no Brasil, quanto nos mercados do exterior de forma efetiva.

O que é vendido nos dias de hoje através de mídias sociais e outros meios de comunicação ao investidor pessoa física, quase sempre é uma ideia que não condiz com a realidade do mercado financeiro. Ganhos exorbitantes, a falta de clareza sobre riscos sistêmicos, de infraestrutura e tecnológica no geral, induzem o investidor iniciante a um cenário completamente ilusório e perigoso.

Hoje, quem decidir se tornar um investidor, provavelmente irá procurar nas mídias sociais, profissionais que são referência na área. Existe uma oferta tão grande de serviços que fica difícil decidir em quem confiar o aprendizado e o capital. Esse investidor irá encontrar estratégias “vencedoras”, promessas de rentabilidade de encher os olhos e robôs que operam enquanto dorme ou desempenha outra atividade. E o resultado de toda essa busca pode ser desastrosa.

Qual o risco poderá correr ao executar determinada estratégia? Quais são as possibilidades matemáticas de ganho real? Qual risco sistêmico de contratar os serviços de um robô? Quais as taxas a pagar ? Os dados que recebe das corretoras estão corretos?

Todas essas perguntas influenciam diretamente a forma de investir e rentabilizar o capital. O que quase nunca é explicado ao novo investidor é que a rentabilidade estará completamente associada ao risco. Quanto gostaria de ganhar para aceitar perder todo capital?

Dados precisam ser tratados, isto é, precisam ser verificados com o que realmente aconteceu durante o pregão. Os riscos precisam ser calculados dentro de uma fórmula matemática. : É preciso saber os problemas de infraestrutura suscetíveis, como tempo de resposta entre uma ordem de envio à bolsa de onde se mora até a cidade onde a bolsa se encontra, como fornecimento de cotação errada enviadas pelas corretoras através de sua plataforma de execução, influência política nacional e internacional, compatibilidade entre seus lucros e as taxas pagas e etc. São tantos detalhes importantes não mencionados ao futuro investidor que resultam no estudo realizado pela FGV que chegou à conclusão que 97% das pessoas físicas apenas perdem investindo na bolsa, na modalidade Day Trade.

No final, percebe-se que não é tão simples investir capital com segurança e ter uma rentabilidade maior que o oferecido pelos títulos públicos, por exemplo. A pergunta que o investidor deve fazer é: “Quanto estão me remunerando acima da taxa livre de risco?”. Isso significa perguntar quanto uma empresa, fundo ou clube de investimentos está te remunerando a mais que os títulos públicos como tesouro Selic, por exemplo. Se a promessa for de uma rentabilidade muito acima do oferecido, é preciso ter cautela. Analisar bem a empresa e os fundamentos para tal oferta de remuneração.

A Vary é uma holding de investimentos brasileira com atuação nacional e internacional. Através do uso de modelos quantitativos, a empresa consegue realizar arbitragens de recursos tanto no Brasil, quanto nos mercados do exterior de forma efetiva. A seleção de um time multidisciplinar combinado à base de informação e tecnologia avançada foi o que possibilitou a empresa alcançar destaque e relevância mesmo em um mercado tão competitivo.

Em uma área de atuação muitas vezes dominada por grandes investidores, bancos e conglomerados empresariais, obter os resultados esperados nem sempre é uma tarefa fácil. Cada vez mais surgem novas opções de investimentos, tendências globais e tecnológicas. Essa constante mudança, e a velocidade em que ela ocorre no planeta, tornam a equação para se alcançar os objetivos em uma verdadeira dança entre dados e análises.

Nesse mercado receitas de bolo não funcionam. Porém, utilizando a tecnologia apropriada e com a equipe certa é possível alcançar resultados extraordinários. Combinando traders, consultores especialistas, desenvolvedores e PHDs, a Vary encontrou sua forma de atuação: a constante evolução.

A empresa acredita que nos dias de hoje, diante do cenário mundial de pandemia associado ao momento conturbado que vive a política brasileira e mundial, somente através do uso contínuo de dados e tecnologia associada diretamente a econometria, ou seja, modelos quantitativos, ou simplificando, matemáticos, é possível chegar a uma rentabilidade maior que a taxa livre de risco com segurança.

Website: http://www.vary.com.br