Americanas S.A.
Americanas S.A.

Para reafirmar o compromisso com sua forte agenda ESG (siga em inglês para ambiental, social e de governança), a Americanas S.A. lança a Americanas + Clima , iniciativa com foco na sensibilização e educação do cliente final em prol do consumo alinhado à responsabilidade socioambiental. Criada para auxiliar os clientes na identificação de produtos que possuem certificações confiáveis e que de fato contribuem para a redução dos impactos das mudanças climáticas, a página especial com itens no site e app da Americanas já conta com mais de 1.300 produtos certificados por selos como Sistema B, eureciclo e Amigo do Clima.

A Americanas + Clima faz parte de uma série de iniciativas da frente ambiental da sustentabilidade da Americanas S.A., que tem como propósito reduzir e mitigar os impactos das emissões de gases poluentes na atmosfera, em linha com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 13 da Agenda 2030 da ONU. Ao todo, os mais de 1.300 itens disponíveis estão divididos entre onze lojistas parceiros nesta fase inicial e a ideia é expandir estes números. Entre os produtos listados estão itens de diferentes categorias, como higiene e beleza, papelaria, alimentos e bebidas – como a cerveja Praya, por exemplo, certificada com os três selos da plataforma.

“A pandemia despertou uma consciência social nunca vista, com uma sociedade cada vez mais atenta ao que está consumindo. Ao trazer as certificações e selos dos produtos comercializados para a jornada de compra do cliente, estimulamos e damos a escolha de um consumo com um olhar mais responsável. É um direito legítimo da sociedade e uma responsabilidade de todos nós”, destaca Bruna Sabóia, gerente de sustentabilidade da Americanas S.A..

Certificações confiáveis – As certificações dos itens abrangem diferentes esferas no combate aos impactos das mudanças climáticas. A eureciclo, por exemplo, certifica por meio da compensação ambiental as empresas que se preocupam com a logística reversa das embalagens de seus produtos. O Amigo do Clima é um programa ambiental de compensação voluntária das emissões de gases de efeito estufa. Já o Sistema B é um movimento global que reúne empresas que equilibram propósito e lucro, considerando o impacto de suas decisões em toda a cadeia: trabalhadores, clientes, fornecedores, comunidade e meio ambiente.

Compromisso sólido com a agenda ESG – Na Americanas S.A, a atuação de forma sistemática e alinhada às demandas ambientais faz parte de um longo e dedicado processo da companhia que, desde 2007, conta com um comitê multidisciplinar para debater iniciativas socioambientais para si própria e para a sociedade. Entre elas está a criação, em 2019, do Jirau da Amazônia, espaço no marketplace da Americanas dedicado à venda da produção de artesãos reunidos pela Fundação Amazônia Sustentável, com foco na manutenção dos habitantes da Floresta e preservação da biodiversidade da região Amazônica. Já em 2020, além da frente de combate à COVID-19 em todo o país, a Americanas S.A. incluiu, em seu estatuto social, aspectos socioambientais que abrangem toda a cadeia de valor.

Neste ano, a Americanas S.A. ampliou o apoio a ONGs e pequenos empreendedores sociais, criando a Americanas Social, uma plataforma de marketplace que reverte 100% do lucro dos produtos comercializados para as instituições. “Antes, os esforços se concentravam na estruturação de um caminho para a sustentabilidade, mas muita coisa mudou. Hoje, a estratégia ESG demanda mais eficiência e velocidade para entrega de resultados, identificação de oportunidades, uma sinergia maior entre as áreas, o acompanhamento de uma agenda multidisciplinar, dinâmica e, sobretudo, a inclusão deste debate em toda a estratégia da companhia”, explica Bruna Sabóia. O lançamento da Americanas + Clima contempla essas demandas e está alinhado com essa atuação estratégica.

Para além da nova plataforma, a Americanas S.A. avança na frente ambiental de estratégia ESG para o alcance da meta NetZero 2025, pautada na mitigação das emissões de CO2 na operação da Americanas S.A.. Atualmente, 35% da energia elétrica total consumida na operação de lojas, CDs e escritórios administrativos da Americanas S.A. já vêm de fontes renováveis, e até 2030 esse número será de 100%. A companhia, que tem selo de “operações carbono neutro” desde 2019, também investe em uma logística cada vez mais ecoeficiente e que gere menos impacto no meio ambiente, com entregas por bikes, veículos elétricos e a gás, como GNV e biometano.