A pandemia do coronavírus está causando profundas mudanças no mundo, e a tecnologia tem sido fundamental no combate ao Covid-19, seja na área da saúde ou nos negócios. Por isso, a transformação digital se tornou tão necessária e as empresas que ainda não tinham familiaridade com este tema estão tendo que se reinventar.

É a tecnologia que está viabilizando a operação da maioria dos negócios, por meio de trabalho remoto, reuniões, eventos à distância e, principalmente, vendas online. Este cenário caótico acelerou a necessidade de empresas e profissionais estarem presentes no ambiente virtual, porque agora esta é a única forma de se conectar com o público.

Passado mais de um mês de isolamento, já podemos tirar alguns aprendizados e o mais importante é que o momento é delicado, mas vai passar e a transformação que estamos vivendo agora será “o normal” na nova fase.

Como implantar a transformação digital?

Uma das frases que a gente mais fala na Neotix é que não existe fórmula pronta. Cada empresa é uma empesa e tem suas vantagens e limitações, principalmente quando se fala de mudanças. Então, é certo que umas estão enfrentando mais dificuldades, seja no uso das tecnologias, seja na própria cultura, ou em termos financeiros.

Mas também é certo que alguns itens precisam ser levados em consideração por todos os perfis de empresa. Veja abaixo alguns aprendizados que a transformação digital está trazendo:

1 – Ter a equipe certa é fundamental

Esse quesito é bastante complexo, porque o acerto começa no momento da seleção do seu time, passando pela adaptação de cada um ao modelo de operação e valores da empresa. Tudo precisa se encaixar perfeitamente para você conseguir uma equipe que funcione com a mesma qualidade, trabalhando no escritório ou remotamente.

A maturidade e o engajamento da equipe também são determinantes para que a transformação digital realmente aconteça, uma vez que, mesmo em home office, as tarefas precisam ser executadas. Porém, se a empresa “coisifica” pessoas, inevitavelmente, por mais maturidade que o profissional tenha, ele não estará totalmente comprometido, e no modelo home office, pode não ter o mesmo rendimento.

2 – A comunicação se tornou ainda mais essencial

Aqui na Neotix, o grande desafio de trabalhar remotamente está associado à comunicação interpessoal entre os diferentes perfis dos nossos profissionais. Pode parecer que não, mas o “olhar no olho” e a presença física tem enorme contribuição no entendimento. Em chamadas de vídeo, a interação fica limitada, porque as pessoas podem desligar suas câmeras e estabelecer a comunicação apenas por áudio, ou mesmo dividir sua atenção com outras telas.

Uma questão importante no processo de adaptação é a rotina. Nós definimos que faríamos reuniões diárias com os times, o que facilita a compreensão e nivelamento do trabalho, porém demanda um tempo muito maior dos líderes. No dia a dia do escritório, as reuniões não acontecem com tanta frequência, porque todos estão em contato sempre.

3 – Investir em tecnologia se tornou inevitável

A tecnologia hoje permite que estejamos 100% conectados, principalmente pela popularização do acesso internet e do conceito de tudo funcionar na nuvem, isso está possibilitando que muitas empresas continuem sua operação normalmente. Se a pandemia tivesse alcançado a raça humana 20 anos atrás, podemos dizer, de forma segura, que o mundo iria parar.

Algumas ferramentas têm sido fundamentais para a operação na Neotix e podem ajudar sua empresa também. Para execução de projetos de UX (User Experience), utilizamos o Miro, que permite a elaboração de diagramas e esquemas; para a criação de protótipos de projetos e design de layouts, usamos o Figma; o Github é usado pelo nosso time para hospedagem de código-fonte; e o ASANA para a gestão de projetos e equipes. Por fim, as reuniões diárias são realizadas pelo Google Hangouts. Vale ressaltar que todas essas soluções operam na nuvem, podendo ser acessadas remotamente.

4 – Todos os segmentos terão que se adaptar

Quem não buscou a transformação digital anteriormente está vivendo um momento de intenso aprendizado. Setores mais robustos e engessados, como o das incorporadoras de empreendimentos imobiliários, tendem a sofrer com as adaptações, mas não há outra alternativa neste momento a não ser abraçar o futuro.

Analisando este segmento, percebe-se como o modelo de negócios está centrado no estande de vendas, que encanta o cliente com uma réplica do apartamento. Mas hoje, a maneira como os consumidores chegam até o estágio final da compra é diferente, eles buscam todas as informações do empreendimento na internet. Por isso, este é um dos setores que tem mais urgência na implementação da transformação digital para continuar sobrevivendo.

5 – É preciso se transformar agora

Esse momento tem sido um duro aprendizado para as empresas que não tiveram iniciativas na direção de se tornarem mais digitais anteriormente, então esse processo precisa começar agora.

É preciso ter em mente, que o comportamento das pessoas está mudando junto com a tecnologia, então as empresas não podem esperar que voltarão a operar no mesmo formato de antes, porque quando a pandemia passar, os clientes terão se transformado.

Fernando Rizzatti é sócio-diretor na Neotix Transformação Digital.