A bolsa de valores brasileira opera em forte alta nesta segunda (9), tendência que acompanha outras bolsas internacionais em dia de grande otimismo após a vitória de Joe Biden como presidente eleito dos Estados Unidos e também com a notícia de que a vacina da Pfizer contra o coronavírus apresentou 90% de eficácia.

“O mercado começou a semana otimista com a confirmação de Biden como presidente e ganhou mais euforia com o estudo que apontou 90% de eficácia da vacina da Pfizer contra a Covid-19. As bolsas dispararam pelo mundo todo, não só no Brasil. Trata-se de um movimento global de otimismo. Investidores estão assumindo mais riscos em suas carteiras por causa da confirmação da eleição democrata. As eleições foram decididas com mais votos que o necessário, evitando uma judicialização com possível recontagem de votos. Esses fatores trazem alívio para os mercados”, comenta Rossano Oltramari, estrategista e sócio da 051 Capital, gestora especializada em alocação de recursos e planejamento patrimonial.

Enquanto a Ibovespa opera em alta no dia e já chegou a subir mais de 4%, o dólar chegou na mínima a R$ 5,22 e, às 15h21, caía a R$ 5,38. O que chama a atenção, segundo Rossano, é que setores que ficaram para trás e sofreram no auge do coronavírus no Brasil estão subindo, o que está diretamente ligado à notícia positiva divulgada em relação à vacina da Pfizer. “Empresas ligadas ao varejo físico e companhias aéreas, por exemplo, setores que estavam sofrendo devido à pandemia, estão disparando. Por outro lado, empresas de e-commerce que ganharam espaço no auge do coronavírus estão caindo, por exemplo, a Magazine Luiza caía a 2%, a Renner subia a 12%. O setor de shopping center vem subindo forte a mais de 10%. Empresas, portanto, ligadas à retomada da economia vêm andando forte“, explica.

Em termos de câmbio a valorização do real está forte. No dia 30 de outubro, a moeda chegou a bater R$ 5,81. Nesta segunda-feira, caiu para R$ 5,22. Segundo Rossano, a apreciação do real se deve a diversos fatores. “Com as eleições americanas, o dólar vinha se apreciando muito em relação ao real ao longo do ano e agora estamos vendo uma correção dessa taxa de câmbio, um movimento que ganha força com eleição de Biden, alta das commodities e intervenção do banco central no câmbio. Em relação à política brasileira, muito tem se falado que nos próximos dias o Congresso retoma discussões sobre reformas, o que é muito importante. Outro fator é o movimento de alta das commodities. Ações da Petrobras se valorizaram cerca de 10% em função da alta do petróleo, o que ocorre porque a retomada da economia faz com que haja também maior demanda por commodities”, explica.

Rossano acredita que a expectativa é de que os últimos dois meses de 2020 sejam bem positivos. “A bolsa pode chegar a 120 mil pontos ainda este ano, vamos ter fim de ano positivo com bolsa para cima e câmbio para baixo. Os investidores estão mais otimistas e aumentando os riscos”, finaliza.

Sobre Rossano Oltramari: Com mais de 20 anos de experiência no mercado, é estrategista e um dos sócios da 051 Capital, gestora especializada em alocação de recursos e planejamento patrimonial com R$ 2 bilhões sob custódia. Foi um dos fundadores da XP Investimentos em 2002, onde também atuou como analista chefe.