Brechó
Brechó

Os primeiros meses do ano costumam ser os mais convidativos para quem pretende renovar o guarda-roupas por conta das liquidações das peças que estão saindo de coleção. No Brasil, no entanto, a moda circular vem ganhando cada vez mais espaço e, com isso, já não é mais necessário esperar a temporada de descontos para ir às compras. “Fazemos uma curadoria rigorosa e reunimos em nossa loja somente peças de excelente qualidade e que ainda podem e devem ter sua vida útil prolongada”, comenta Siomara Leite, co-founder e diretora do Brechó Agora é Meu, localizado em Higienópolis, bairro nobre de São Paulo.

No local é possível encontrar peças masculinas e femininas, de marcas e tamanhos variados. A média de preços varia de 39 a 399 reais. “Itens de grifes renomadas saem com desconto de até 70%, comparado com o preço de produtos novos”, afirma Siomara. Para a sócia e consultora de estilo, Danielle Kono, as peças que já existem no mercado são as mais sustentáveis. “A indústria têxtil é uma das que mais polui o meio ambiente. Não existe necessidade de fabricar tantas peças novas, podemos mesclar as roupas atuais com as vintage para criar looks únicos e com estilo, reduzir o impacto ambiental e ainda economizar dinheiro”, avalia.

Pensando em disseminar o conceito de economia circular as empresárias ainda criaram a Brechóbag, uma maleta que os franqueados da rede levam até os clientes onde eles estiverem. “Recebemos o tamanho da cliente e algumas informações sobre seus gosto e selecionamos as peças que são entregues em domicílio. O modelo de negócios é simples, com investimento baixo e gera oportunidades de renda para as pessoas que abraçam a causa”, finaliza Danielle.