A Bandeira Azul do Peró foi hasteada pela 4ª vez no dia 15. Foto Henrique Nascimento.
A Bandeira Azul do Peró foi hasteada pela 4ª vez no dia 15. Foto: Henrique Nascimento.

Dois municípios do Estado do Rio (Cabo Frio e Paraty) estão na lista que o Ministério do Turismo divulgou nesta segunda-feira (29/11) das cidades selecionadas para integrar o projeto “Brasil, essa é a nossa praia!”, desenvolvido pela pasta, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). São eles: Cabo Frio (RJ), Paraty (RJ), Barra do Garças (MT), Barreirinhas (MA), Salvador (BA), Natal (RN), Cruz (CE), Vila Velha (ES), Paraty (RJ) e Osório (RS).

Para a definição dos escolhidos, a chamada pública levou em consideração os seguintes critérios: participarem do Programa Investe Turismo, preencherem o Termo de Adesão à Gestão de Praias (TAGP) e possuírem um plano de Gestão Integrada da Orla (PGI). Outros pontos a serem observado durante o processo classificatório foram a certificação de praias como o programa “Bandeira Azul” 2021/2022 e possuir Unidade (s) de Conservação em toda a extensão da Orla. A Praia do Peró, em Cabo Frio, tem a Bandeira Azul e está inserida no Parque Estadual da Costa do Sol e Área de Proteção Ambiental do Pau Brasil ao longo dos seus 7,2 kms de costa.

— Esta é mais uma constatação da importância da Bandeira Azul na Praia do Peró. É um motivo também para que as autoridades locais, tanto de Cabo Frio quanto de Paraty, invistam em infraestrutura, melhorando as condições das vias de acesso e executem ações voltadas para o ordenamento, segurança, sinalização e intensificação dos projetos de educação ambiental. É também um incentivo para outras cidades litorâneas fluminenses — sugeriu o presidente do Conselho de Turismo da Costa do Sol (Condetur), Marco Navega.

Os nove municípios foram selecionados de uma lista de 16 que tiveram sua candidatura homologada e são das regiões Centro-Oeste, Sudeste, Sul e Nordeste, com exceção da região Norte, que não teve suas vagas preenchidas. Os municípios selecionados fazem parte do Mapa do Turismo Brasileiro; nas categorias A, B e C; e são banhados por águas federais (mares, rios e lagos). As atividades serão desenvolvidas entre os meses de dezembro de 2021 e dezembro de 2022.

A Praia do Peró, que hasteou a Bandeira Azul para a temporada 2021/2022 no dia 25, foi inscrita pela Secretaria de Turismo de Cabo Frio. A coordenadora do projeto Bandeira Azul, Paloma Arias, do Meio Ambiente, e a turismóloga Luane Ferreira, do Turismo, foram as responsáveis pela candidatura vitoriosa. “Foi mais uma conquista. Tivemos a maior pontuação entre os municípios do Sudeste do Brasil — comemorou o secretário Carlos Cunha. Cabo Frio ficou em primeiro lugar, Vila Velha (ES) em segundo e Paraty (RJ) em terceiro. Cabo Frio está na categoria A do turismo brasileiro.

— Sabemos do enorme potencial do Brasil no segmento de Turismo Náutico e por isso o Ministério do Turismo tem desenvolvido uma série de ações em toda a região de orla do nosso país. Precisamos estar prontos para a retomada completa de nossas atividades e este projeto beneficiará toda a cadeia produtiva do setor, além de focar na preservação ambiental — avaliou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

A chamada pública está alinhada ao Projeto Orla, desenvolvido pelo governo federal. É uma ação de planejamento, de ocupação responsável do território em benefício do turismo e da comunidade local. Os municípios, a partir da aplicação da metodologia do Projeto Orla, passam a ser responsáveis pela gestão da orla, com benefício socioeconômico para os destinos turísticos, que incorporam normas ambientais na política de regulamentação dos usos dos terrenos de marinha, buscando aumentar a dinâmica de mobilização social neste processo.

No dia 8, na Praia do Peró, será promovido o primeiro encontro de Educação Ambiental e Ciência Cidadã em Praias. Será no Hotel Paradiso Peró e uma das palestrantes é Flávia Moraes de Barros, do programa de Pós-Graduação em Geografia da UFRJ. Ela vai falar sobre monitoramento de praias e capacitação de estudantes e trabalhadores de praias.