corredor de ipomeas (plantas fixadoras de restinga)
corredor de ipomeas (plantas fixadoras de restinga)

O corredor de ipomeas (plantas fixadoras de restinga) começou a ser restaurado, nesta quarta-feira, por agentes da Comsercaf com supervisão de técnicos da Secretaria de Meio Ambiente de Cabo Frio. O manejo do corredor, no trecho de 500 metros certificado com Bandeira Azul (selo internacional de qualidade), começou após reunião do secretário-adjunto de Meio Ambiente, Mário Flávio de Oliveira, com os proprietários de quiosques da orla do Peró.

De grande importância ambiental, as ipomeas têm a função de impedir que a areia seja levada para o asfalto pelo vento. O avanço do mar e a falta de limpeza diminuiu o espaço para os banhistas em alguns trechos da área certificada, a mais procurada na Praia do Peró. Mário Flávio pediu apoio aos quiosqueiros para a manutenção dos pomares:

As ilhas de ipomeas formam ilhas de frescor ao longo da praia, impedem a areia de chegar ao asfalto e dão um saudável aspecto paisagístico na praia. Pedimos aos quiosqueiros para ajudar na manutenção e também nos ajudar a evitar o pisoteio dos pomares – disse Mário Flávio.

O primeiro pomar de ipomeas, em frente ao Hotel Paradiso, foi plantado por integrantes do movimento Ondas do Peró, coordenado pelo surfista Marcelo Valete, com apoio dos Amigos do Peró. A prefeitura aprovou o projeto e o expandiu ao longo da praia, formando um longo corredor verde junto aos quiosques. No encontro de quarta-feira, Mário Flávio também pediu ajuda dos quiosqueiros para ajudar na manutenção dos jardins no calçadão da orla, que precisam de revitalização.

PROLAGOS

A concessionária Prolagos vai instalar caixas de gorduras nos quiosques da orla do Peró e fazer o jateamento das galerias de esgotamento sanitário, que estão com crostas de gordura. A promessa foi feita pelo presidente da empresa, Pedro Freitas, num encontro, na quarta-feira, no gabinete do deputado Luiz Martins (PDT), na Assembleia Legislativa. Veranista no Peró desde 1998, o parlamentar foi procurado por moradores para ajudar na luta pelo saneamento básico do Peró.

Pedro Farias E Deputado Luís Martins Na Alerj

No encontro com o deputado, Freitas disse que a concessionária depende de autorização da Agência de Energia e Saneamento (Agenersa) e da Prefeitura de Cabo Frio para executar as obras de saneamento que o Peró reclama. O parlamentar disse que vai procurar a Agenersa ainda nesta semana:

— O presidente da concessionária disse que tem um grande projeto de saneamento para Cabo Frio e que o Peró terá prioridade, mas que depende da Agenersa e da Prefeitura de Cabo Frio. Dia 9 vamos participar da reunião do Consórcio Ambiental Lagos-São João, do qual o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, é vice-presidente, para cobrar a execução das obras no Peró – disse Luiz Martins, que agendou para agosto uma reunião da Comissão de Saneamento Básico da Alerj, da qual ele faz parte, para discutir a falta de saneamento no Peró e a questão da cobrança da tarifa de água por estimativa.

Paulo Roberto Araújo fez sua carreira profissional no jornal O Globo. Prêmio CREA de Meio Ambiente, foi repórter e depois editor assistente (chefe de reportagem) da Editoria Rio durante 25 anos, com atuação voltada principalmente para o meio ambiente e o interior do Rio.