Imagem: Pixabay

Nas últimas duas décadas, a sustentabilidade passou de uma simples palavra da moda para um conceito importante e presente no mundo dos negócios, fazendo parte do planejamento estratégico de empresas de quase todos os segmentos ao redor do mundo.

Essa tendência não é apenas uma forma de aumentar lucros ou número de clientes, mas sim uma forma de agregar valor aos produtos e serviços oferecidos por essas empresas, que de médio a longo prazo, conseguem sim desfrutar de maiores ganhos através de suas vendas.

Mas quando falamos de sustentabilidade, estamos falando apenas de meio ambiente? Para mim, a resposta é bem simples: NÃO! Trata-se de meio ambiente e pessoas, afinal, essas duas preocupações se completam e quando uma empresa mostra sua participação de fato nesse tema tão relevante, ela está produzindo muito mais do que bens e serviços, mas um futuro para ela como instituição e para as próximas gerações.

Mas afinal, quais os benefícios reais da inclusão da sustentabilidade em um negócio?

Para falar dos benefícios que a sustentabilidade traz aos negócios, dividi as vantagens em 6 tópicos principais. São eles:

1. A sustentabilidade como “garota propaganda” da empresa

Atualmente, a maioria dos consumidores considera o impacto no meio ambiente e consequentemente na vida das pessoas da sua comunidade, ao decidir comprar um produto ou contratar um serviço.

Campanhas de marketing e publicidade são cada vez mais comuns nas grandes empresas e também nas médias e pequenas, por melhorarem a imagem do negócio perante seus consumidores. Há também o outro lado da moeda, já que as empresas que não cumprem o que pregam podem sofrer consequências graves em seus negócios.

Um grande exemplo desse tipo de boa imagem se refere aos serviços de coleta e transporte de resíduos que uma empresa desentupidora realiza, informando os órgãos ambientais de que irá coletar um resíduo de esgoto em um determinado condomínio e realizando o descarte corretamente em uma estação de tratamento adequada. 

2. Aumento de credibilidade + aumento de lucro

Práticas empresariais sustentáveis estão diretamente ligadas a uma operação mais eficiente que poupe recursos e agilize processos. Essa redução de uso de recursos geram menor utilização de energia, que está diretamente ligada às questões ambientais sustentáveis. 

Além da economia de recursos e energia, a prática empresarial ajustada irá garantir funcionários mais produtivos e felizes, impactando positivamente no trabalho e em suas vidas.

3. Cumprimento de regras e leis

Não é novidade que órgãos estaduais e federais do Brasil e do mundo criem regulamentos e leis para proteger o meio ambiente. Integrar a sustentabilidade ao seu negócio irá posicioná-lo para atender às mudanças nas regulamentações de uma forma mais transparente e atuante.

Um exemplo muito claro dessa adesão está ligado à troca que pescadores artesanais têm feito nos últimos anos da pesca comercial pela pesca esportiva. Essa troca garante que o pescador profissional atue como um guia de pesca, empresário de turismo ou até mesmo tenha uma loja de equipamentos para pesca, promovendo essa atividade como esporte e não mais apenas extraindo os peixes da natureza para a venda como pescado. 

Além de garantir a manutenção dos cardumes, a pesca esportiva promove o cumprimento de regras essenciais como o período de defeso ou piracema, onde se deixa de pescar por alguns meses para que os peixes possam se reproduzir.

4. O bem atrai coisas positivas

As pessoas tendem a preferir estarem associadas às coisas positivas como a sustentabilidade, e empresas que promovem essa vantagem em seus negócios tendem a atrair os melhores fornecedores e colaboradores.

Faça questão de mostrar aos seus funcionários o quão importante é a sustentabilidade para seus negócios e as melhores pessoas estarão ao seu lado para o sucesso.

5. Reduza desperdícios

Talvez essa seja a forma mais óbvia de obter ganhos financeiros e maior credibilidade, já que o reaproveitamento de materiais e a otimização da produção, além de reduzirem custos de processo, ainda geram milhares de outros empregos na cadeia de reciclagem paralelamente envolvida ao seu negócio.

Hoje, materiais como plásticos de embalagens, alumínio das latinhas de bebidas e papel, são facilmente reutilizados em outros produtos, reduzindo assim a necessidade de matéria prima virgem.

6. Mais investimentos para o negócio

Investidores e analistas de investimentos associam as empresas e marcas que desenvolvem planos de sustentabilidade no que diz respeito à eficiência energética e à redução do impacto ambiental como um importante critério de avaliação. Esses profissionais entendem a importância do dito “consumidor consciente” para o rumo dos negócios nesse momento importante e dão preferência por manter seus fundos em negócios promissores e engajados com causas sócio ambientais.

Considerações finais

Tornar-se mais sustentável de forma eficaz pode não ser fácil para um negócio no início, mas o desafio vale a pena a recompensa. Empreendedores, proprietários e líderes bem-sucedidos olham para os problemas como oportunidades.

Heloisa Rocha Aguieiras 55 anos – formada em Jornalismo pela UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora – MG Pauteira da Ag Experta Media Fui repórter dos impressos: Jornal Comércio da Franca (Franca-SP) Jornal do Sudoeste (São Sebastião do Paraíso -MG) Fui assessora de Comunicação na Ag A Expressão 5 (SP) Atuo como revisora Faço locução Portfólio: https://heloaguieiras.com/