Está com viagem marcada e bateu a preocupação com os gastos? Fique tranquilo! Aqui vamos te contar formas eficientes de como economizar durante uma viagem para que você consiga curtir os momentos de lazer e descanso sem prejudicar e comprometer seu orçamento. Vamos lá?

Planejamento é fundamental

O primeiro passo para conseguir economizar durante uma viagem é o planejamento. Ao fazer qualquer coisa de última hora, as chances de gastar mais do que é realmente necessário aumentam muito. Por isso, cuide antecipadamente de suas finanças e estipule qual será o gasto com seu passeio, com o orçamento definido, fica bem mais fácil manter o controle e gastar somente o que puder.

Para definir o orçamento é essencial que você pesquise tudo sobre o destino e procure hospedagens, transportes, restaurantes que caibam no seu bolso. Todos os lugares oferecem opções que agradam a todo tipo de cliente, basta saber procurar!

Quanto tempo irá durar a viagem?

Para conseguir economizar, é muito importante que você defina exatamente quantos dias terá sua viagem. Nada de sair sem data pra voltar, ou poderá ter uma grande surpresa com o excesso de gastos. Tendo em mente quantos dias você ficará fora, é possível programar todas as atividades do dia e seus respectivos gastos. Não se esqueça de que o trajeto também implica em gastos, além da passagem, claro, você provavelmente precisará desembolsar para alimentação e traslados, inclua esses valores no seu planejamento.

Quanto mais antecedência, menores os preços

Como já comentamos aqui, o primeiro passo para conseguir economizar é o planejamento, e além de te proporcionar uma ótima programação financeira, também possibilita que você consiga várias promoções, seja com passagens, hospedagem ou até mesmo atrações turísticas. O ideal é comprar e reservar estes itens mais caros com cerca de quatro meses de antecedência. Mesmo se não conseguir  encontrar promoções, os preços sempre são mais baixos.

Quando ir

Você provavelmente conhece a lei da oferta e da procura, não é mesmo? Saiba que ela se aplica perfeitamente a destinos turísticos: quanto mais gente querendo ir pra lá, maior o preço das coisas. Por isso, uma boa pedida pode ser considerar fazer a viagem em períodos de baixa temporada! Se for possível para você, fuja de datas comerciais, feriados prolongados e períodos de férias escolares. Ao viajar na baixa temporada, além de economizar, ainda será possível conhecer restaurantes e pontos turísticos com mais tranquilidade, sem tumultos e disputa por espaço, fica a dica!

Leve só o essencial

Se sua viagem for de avião, uma boa pedida é economizar no tamanho e na quantidade das malas. É muito mais vantajoso gastar dinheiro com um passeio na sua cidade de destino do que ter pagar por bagagens excedentes, não é mesmo? Muitas pessoas optam por viajar apenas com a bagagem de mão, evitando ter que pagar pelo despacho de malas e sem correr o risco de ter que pagar pelo excesso de peso, vale a pena pensar nisso e se programar!

Economize na hospedagem

Como já te contamos aqui, ao reservar e comprar coisas com antecedência, os preços ficam menores. O mesmo vale para sua hospedagem, quanto antes você resolver, melhor. Mas há ainda outro ponto que merece destaque. Muitas vezes, ficamos focados em procurar por hotéis ou pousadas, mas há locais que acabam saindo bem mais em conta, como hotéis, casas e apartamentos em plataformas como Airbnb, vale a pena pesquisar e ver qual opção apresenta o melhor custo benefício para você.

Atenção ao deslocamento

Ao chegar no seu destino, procure saber quais são os meios de transportes mais baratos, eficientes e seguros. Na grande maioria dos lugares, os táxis são serviços com preços mais elevados, porém apresentam maior segurança. Caso esteja em um local tranquilo, vale  a pena entender como funciona o transporte público como ônibus e metrô ou ainda aplicativos de transporte como Uber.

Aproveite passeios e pontos turísticos gratuitos

Muitas vezes, quando vamos montar um roteiro de passeios, acabamos pesquisando somente os pontos turísticos mais populares e que, normalmente, são mais caros. É claro que você não precisa deixar de conhecê-los, mas é ideal pesquisar opções de passeios mais baratos e ficar atento aos direitos de meia-entrada, por exemplo. Em muitos lugares, estudantes, idosos e menores de idade pagam meia entrada, lembre-se de levar uma documentação que comprove sua condição e aproveite!

Economize na alimentação

No seu planejamento é essencial incluir quais serão os gastos com alimentação, mas você deve se lembrar de que há várias formas de gastar menos com isso. Uma delas é preparar suas próprias refeições, mesmo que seja uma por dia, como café da manhã ou jantar, caso você vá passar o dia todo fora.

Além disso, uma boa pedida é levar pequenos lanches para não precisar ficar comprando muitos alimentos fora de casa ao longo do dia.

Também vale a pena evitar restaurantes muito próximos aos pontos turísticos, eles costumam ser bem mais caros.

Viu só quantas dicas você pode aplicar no dia a dia da sua viagem para economizar?