A odontologia avançou seus recursos para tratamentos e agilizou o desenvolvimento das etapas do tratamento ortodôntico, dando maior praticidade, conforto e satisfação aos pacientes; bem como agilidade às práticas profissionais.

Essa especialidade da odontologia é historicamente uma das mais procuradas nos consultórios odontológicos, pois ela muda a forma estética e a funcionalidade da arcada dentária, melhorando diversos aspectos.

O ortodontista, profissional especializado na área, é responsável por:

  • Melhorar a mordida cruzada;
  • Melhorar a fala dos pacientes;
  • Corrigir os espaços entre os dentes frontais;
  • Endireitar os dentes.

Portanto, a ortodontia possui uma série de benefícios para os seus pacientes que notaram que seus dentes estão entortando ou são desalinhados. 

A ortodontia pode fazer esse tratamento de diversas formas, com o aparelho movel, fixo ou transparente. 

Como saber se é necessário o tratamento ortodôntico

De modo geral, o paciente deve procurar o ortodontista nos casos de:

  • Espaçamento errado entre os dentes permanentes;
  • Mordida profunda, aberta ou cruzada;
  • Dentes tortos;
  • Deterioramento da estrutura do dente;
  • Dificuldade de mastigar;
  • Espaçamento insuficiente na cavidade para a dentição.

Contudo, é importante ressaltar que a colocação de aparelho ortodôntico só deve ser feita após a troca de todos os dentes de leite pelos permanentes. 

Portanto, as crianças precisam passar por essa avaliação antes de fazer qualquer tratamento com um ortodontista, de modo a proporcionar a correção dentária.

Inclusive, outro fator importante é a atenção redobrada com a limpeza dos dentes para quem faz o tratamento com o aparelho dentario, seja criança ou adulto, para evitar a proliferação de bactérias.

Quais são as etapas de um tratamento ortodôntico?

O tratamento ortodôntico passa por algumas etapas em seu processo até ter o resultado final. 

Primeiro, o ortodontista fará um diagnóstico na primeira consulta, que é feito com cuidado, pedindo exames complementares para ter exatidão na localização do problema e determinar qual o tratamento ideal.

Após o profissional estudar o caso e informar o paciente sobre quais os problemas encontrados, ele deve apresentar as opções de tratamento.

Na colocação do aparelho dental, o ortodontista deverá traçar uma linearidade do que será feito, passo a passo, sendo explicado para o paciente. 

Nos casos de aparelho, o alinhamento é uma das principais etapas do tratamento ortodôntico, já que os dentes devem estar no mesmo nível e alinhados para fazer uma correção na movimentação de forma correta.

Com os dentes alinhados e nivelados inicia-se a correção do problema. Os fios de aço do aparelho ortodôntico irão movimentar os dentes para o fechamento dos espaços, ajuste dos desvios, fechamento de mordidas ou qualquer outro objetivo de correção.

Quando chega próximo ao término do tratamento, finaliza-se usando elásticos verticais ou dobra nos arcos. 

Essa etapa é necessária, mesmo que o paciente esteja ansioso para o resultado final e para retirar o aparelho dos dentes, garantindo ainda mais eficiência ao processo.

Após a remoção do aparelho ortodôntico, o tratamento ainda não acabou. 

Os primeiros meses ainda serão de adaptação dos dentes às suas novas posições e o ortodontista pode indicar o uso de contenções fixas ou removíveis para estabilizar a arcada dentária e não perder o efeito de todo o tratamento. 

Portanto, as visitas ao ortodontista devem ser periódicas e frequentes, com seus intervalos determinados pelo profissional. 

Quanto tempo dura um tratamento ortodôntico?

O tempo de duração de um tratamento ortodôntico varia de acordo com cada caso. Porém, em média, os tratamentos costumam durar entre 12 e 24 meses. 

De forma mais precisa, o uso dos aparelhos duram no mínimo oito meses, e o tempo máximo de uso costuma ser de 30 meses. 

As situações que podem atrasar o tratamento são extraordinárias, como necessidade de extração de dentes, idade avançada, complexidade de cada caso, idas ao dentista com frequência inadequada, falta de cuidado com a higiene bucal, problemas hormonais e consumo de determinadas medicações.

Do mesmo modo, o cuidado inadequado com a estrutura também pode influenciar no andamento da correção, visto que a quebra de fios e do braquete pode atrasar o processo.

Tratamento ortodôntico é apenas a colocação de aparelho?

A ortodontia também abrange outros tipos de procedimento além da colocação de aparelho dentário, apesar de ser um tratamento bastante reconhecido.

Muito procurados nos consultórios odontológicos, os procedimentos ortodônticos estéticos também se tornaram uma febre devido ao seu resultado de alto nível e com pouco tempo de duração.

Por exemplo, o clareamento dental pode ser feito de duas formas: a laser e com moldeira. Além disso, pode ser realizado de modo a complementar o tratamento com aparelho, proporcionando um sorriso mais alinhado e “brilhante”.

O tratamento a laser pode durar até 60 minutos, sendo feito pelo próprio ortodontista e pode clarear em até sete vezes os dentes. 

Já o segundo pode ser feito em casa ou no consultório, com uma moldeira com o gel clareador. 

O tratamento pode ser utilizado por no mínimo quatro horas diárias, por no máximo 25 dias, mas as especificações de cada caso deve ser determinada e acompanhada pelo profissional.

Assim, é possível alcançar um sorriso ainda mais eficiente e belo, proporcionando mais saúde e bem-estar aos pacientes.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Clínica Ideal, plataforma especializada em marketing e gestão para consultórios e clínicas odontológicas.