Todo ano, a revista Forbes revela quem são os mais ricos de todo o planeta e claro, os 10 mais ricos de cada país. Trata-se de uma informação muito importante, que mexe com todo o mercado financeiro. 

E como não poderia ser diferente, recentemente, a publicação soltou a sua tradicional lista das pessoas mais ricas do Brasil. Veja quem são!

Vale lembrar que na lista também foram considerados os chamados “Family Offices” como se fossem um único indivíduo. As fortunas foram analisadas até 5 de Março de 2021 e os patrimônios contabilizados em Dólar (cotada então em R $5,68). 

1º lugar: Jorge Paulo Lemann

Após uma constante alternância de posição com Joseph Safra, o economista e empresário suíço-brasileiro Jorge Paulo Lemann volta à primeira posição – mesmo diante da crise que atingiu a Kraft Heinz, sua empresa de alimentos. O bilionário aumentou a sua fortuna, adicionando mais 6,5 bilhões de dólares em seu patrimônio. 

Além de ser o principal nome do grupo 3G Capital, ele também tem investimentos em diferentes áreas que fazem com que sua fortuna totalize o valor de 16,9 bilhões de dólares. O que o coloca também na posição de número 114 dentre os mais ricos do planeta. 

2º lugar: Eduardo Saverin 

Para quem não se lembra, Eduardo Saverin foi sócio e cofundador do programador norte-americano Mark Zuckerberg, que criou o FACEBOOK – a maior rede social do mundo. O cofundador do Facebook também aumentou a sua fortuna em 2021, em boa parte por conta do aumento expressivo no valor das ações de suas empresas de tecnologia. Atualmente sua fortuna está avaliada em 14,6 bilhões de dólares. 

3º lugar: Marcel Herrmann Telles

Bem como os demais membros do grupo 3G Capital, Marcel Telles também aumentou a sua fortuna, porém, em 5 bilhões de dólares em 2021. Agora, o empresário possui uma fortuna avaliada em 11,5 bilhões de dólares. 

A diferença principal em relação aos membros Alexandre Behring da Costa, Beto Sicupira e Jorge Paulo Lemann, se dá pelo fato de Telles ter uma quantia maior de ações da Cervejaria Anheuser-Busch InBev, que cresceu imensamente durante a crise.

4º lugar: Jorge Moll Filho

Esta é com certeza a maior surpresa do Top10 da Forbes no Brasil. Isto porque o médico e fundador da Rede D’Or de Hospitais, aumentou a sua fortuna em mais de 9 bilhões de dólares esse ano. Tudo graças à oferta pública de ações de sua rede hospitalar, que fez com que a sua fortuna saltasse para 11,3 bilhões de dólares. 

E com isso, claro, uma infra-estrutura ainda melhor no atendimento médico que sua empresa presta ao brasileiro.

5º lugar: Carlos Alberto Sicupira

Também conhecido como Beto Sicupira, é o quinto homem mais rico do Brasil segundo a Forbes e o 162º do mundo, atuando em vários setores, principalmente nos setores de bebidas e varejo. Sicupira aumentou a sua fortuna este ano e possui agora 8,7 bilhões de dólares, conforme a publicação.

6º lugar: Vicky Safra

Vicky Safra é viúva de Joseph Safra, banqueiro brasileiro que se tornou um dos mais ricos no Brasil e faleceu em dezembro de 2020. Desta forma, Vicky herdou um patrimônio bilionário, ocupando uma posição acima de seus filhos na lista da Forbes. Tanto que a viúva de Joseph Safra, tem a sua fortuna avaliada pela revista em 7,4 bilhões de dólares. 

Muitos indagarão: mas ela nasceu na Grécia, porque a revista a escolheu? Por ela ter a cidadania brasileira. 

7º lugar: Família Safra

Com o falecimento do banqueiro Joseph Safra em dezembro do ano passado, os seus quatro filhos assumiram o “Family Office”, que conta com 7 bilhões de dólares provenientes de suas participações em empreendimentos bancários como o Banco Safra e o Banco J. Safra Sarasin. 

8º lugar: Alexandre Behring da Costa

Alexandre Behring é considerado o quarto membro do grupo 3G Capital, composto pelos influentes Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles. O grupo é responsável por empresas como Ambev, Heinz, Burger King e Lojas Americanas. A fortuna de Behring aumentou quase três bilhões em comparação com o ano passado e totaliza hoje 7 bilhões de dólares.

9º lugar: Dulce Pugliese de Godoy Bueno 

Dulce Pugliese de Godoy Bueno é atualmente a mulher mais rica do Brasil. É também a 451ª pessoa mais rica do mundo. Dulce é viúva do empresário Edson Godoy Bueno,  fundador da Amil e antigo controlador dos laboratórios Dasa. Sua fortuna está avaliada em 3.5 bilhões de dólares. 

10º lugar: Alceu Elias Feldman

Alceu Feldmann é um empresário e engenheiro agrônomo brasileiro. O bilionário é o presidente e fundador da Fertipar, uma das principais empresas de fertilizantes do mundo. Hoje o grupo Fertipar é uma holding que controla 12 empresas de enorme sucesso na área agrícola. Sua fortuna está avaliada em 2,1 bilhões de dólares.

Gostou do artigo? Confira mais artigos no site Só Falta Grana.