Cooperativas
Cooperativas

As grandes empresas sentem o impacto do isolamento social, redução de custos e problemas econômicos que ficam cada vez mais evidentes no Brasil. Por outro lado, as cooperativas mostram possibilidades de crescimento mesmo em plena pandemia.

No agronegócio, por exemplo, a expectativa deste ano é a entrega de 227 milhões de toneladas, uma produção recorde no Brasil, e as cooperativas estão envolvidas de forma ativa neste setor.

Daniel Schnaider, CEO da Pointer do Brasil – líder mundial em soluções de IoT para a gestão de frotas, ressalta que é tempo de aproveitar, reduzir custos, proteger os cooperados e aumentar a margem de lucro com uma categoria que não está abalada pelo COVID-19. 

As cooperativas devem estar alertas às soluções que garantem a saúde dos negócios em todos os seus aspectos, e a Telemetria, com certeza, é o futuro desse setor na questão de logística para gerar redução de custos e um preço mais competitivo. Os serviços telemétricos consistem em combinar tecnologias baseadas em internet das coisas (IoT) com o uso da geolocalização para otimizar a gestão

A vida é um dos fatores primordiais para os cooperados, e para isso é necessário avaliar as condições do veículo, e as soluções de IoT englobam apontar necessárias manutenções que podem motivar acidentes, educar e monitorar a direção do colaborador, assim, reduzindo em até 100% o número de acidentes motivados por comportamento ou falha mecânica.

Ainda, é necessário que as cooperativas incentivem a redução de custo com suas frotas, com a IoT é possível chegar em uma diminuição de 10% a 20% dessas despesas. E quanto aos veículos que ficam em rotatividade, a tecnologia pode economizar de até 26% do consumo total de combustível. Imagine, 100,000 veículos emitindo 26% a menos de CO2 nas ruas. Esse número multiplicado a quantidade de cooperados é um grande avanço para a sustentabilidade. 

Quanto à segurança, a IoT não previne apenas os roubos, mas também diversas outras fraudes nos veículos de empresas. É possível acompanhar toda a ação do criminoso, reconhecer uma tentativa de bloqueadores de sinais e interceptar o veículo até que a pronta resposta chegue ao local, reduzindo assim também o custo com sinistro. Já para evitar as fraudes dos funcionários ou de empresas de fornecimento, é possível detectar combustível alterado, troca de pneus, entre outros equipamentos do veículo. Isso pode assegurar o cooperado e o próprio motorista.

Outra solução para as cooperativas e para os cooperados é a preservação da qualidade da carga alimentícia e biológica do caminhão. Detectando exposição à temperatura, umidade, luminosidades trepidação, colisão e aberturas incorretas. 

Daniel Schnaider é CEO da Pointer by Powerfleet Brasil, líder mundial em soluções de IoT para redução de custo, prevenção de acidentes e roubos em frotas. Integrou a Unidade Global de Tecnologia da IBM e a 8200 unidade de Inteligência Israelense. É jornalista, autor e economista pela universidade Haptuha de Israel e pioneiro do comércio eletrônico e pagamento digital.