Coreia do Sul registra 169 novos casos de coronavírus, totalizando 1.100

coronavírus
coronavírus

O total de casos de coronavírus da Coréia do Sul saltou bem para quatro dígitos na quarta-feira, quando as autoridades registraram 169 novas infecções, elevando o total para 1.146, de longe o maior fora da China.

Uma 11ª pessoa morreu da doença, acrescentaram os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da Coréia (KCDC) em um comunicado em seu site – um homem mongol na casa dos 30 anos que se tornou o primeiro estrangeiro a ser vítima do surto .

A agência de notícias Yonhap informou que ele estava no hospital no sul aguardando um transplante de fígado .

A grande maioria – 90% – das novas infecções ocorreu em Daegu, a quarta maior cidade do país e o epicentro do surto, e na província vizinha de Gyeongsang do Norte.

Entre eles, eles representam mais de 80% do total nacional.

As ruas de Daegu – que tem uma população de 2,5 milhões de habitantes – estão praticamente desertas há dias, além de longas filas nas poucas lojas com máscaras à venda.

As autoridades instaram o público a ter cautela extra, aconselhando os cidadãos a ficar em casa se tiverem febre ou sintomas respiratórios.

“O governo mobilizará todos os recursos e meios” para tentar controlar o surto, disse o primeiro-ministro Chung Sye-kyun em uma reunião em Daegu, onde lidera a resposta do governo, informou a agência de notícias Yonhap.