Os suplementos são excelentes para quem está começando a praticar atividades físicas. Sair do sedentarismo não é tarefa fácil. Aliás, é algo bastante doloroso e pode se tornar frustrante, caso os objetivos almejados não sejam atingidos.

Uma maneira de avançar rapidamente em seu condicionamento é justamente faz uso de suplementos. No entanto, nem todos são indicados para quem está começando a fazer exercícios. Alguns produtos são mais aproveitados por atletas que já são veteranos nas atividades físicas e, portanto, servem como um boost de performance.

No início das atividades, seus músculos estão fracos e sem resistência, e qualquer esforço fará com que fiquem doloridos. Dessa forma, é necessário ter paciência e persistência para que seu corpo se adapte à atividade.

Se ela for muito intensa, esse período pode demorar muito tempo, além de ser marcado por dores e cansaço extremo. As proteínas são fortemente indicadas para reconstruir o músculo após o exercício, pois, em resumo, permitem que ele se recupere mais rapidamente.

Veja mais detalhes!

Suplementos de proteínas

Como foi dito no início, as proteínas são as melhores amigas dos músculos, principalmente no início dos treinos. No entanto, até mesmo quem já é profissional se beneficia das proteínas para alcançar melhores performances.

O suplemento mais conhecido — e bastante recomendado — é o Whey Protein. Porém, cabe fazer uma observação aqui: existem 3 tipos de Whey no mercado, e o ideal é usar o com maior concentração de proteínas.

Veja os 3 tipos de Whey:

  1. Concentrado: é o Whey que passou por um processo básico de refinamento. Dessa forma, vários outros produtos estão juntos com as proteínas, os quais “ofuscam” sua participação.
  2. Isolado: é o que apresenta maior quantidade de proteínas por grama de produto. Por causa de seu processamento superior, o Whey quase não possui outros elementos além das proteínas. É o mais indicado para ver resultados rapidamente.
  3. Hidrolisado: por fim, o hidrolisado é o Whey que passou por um processo especial, o qual permite sua rápida absorção pelo organismo. Ele serve em algumas dietas, mas não é de uso geral.

Vale lembrar que nosso organismo possui limites para cada elemento. No caso das proteínas, só conseguimos absorvem bem até 0,75g por kg corporal por dia. Ou seja, um adulto que pesa 100 kg só vai absorver cerca de 75g de proteínas por dia. Todo o excedente será liberado na urina e fezes.

Outro ponto a ser destacado é que esse valor diz respeito a todas as fontes de proteínas ingeridas por você. Carne vermelha, frango, peixes e outros alimentos possuem proteínas, o que deve ser contabilizado na hora da suplementação.

Dica extra: Uma forma de economizar é comprar seus produtos diretamente de uma fábrica de suplementos.

Creatina

A creatina é um dos suplementos mais poderosos para quem quer se destacar nas atividades físicas. Em suma, ela permite que mais energia seja alocada nos músculos, fazendo o atleta ir (muito) além do treino habitual.

Além disso, ela também causa um “inchaço” nos músculos, deixando-os maiores e tonificados. No entanto, tenha em mente que não se trata de massa muscular, mas sim da retenção de líquidos no músculo. Esse também é um dos efeitos da creatina.

As atividades perfeitas para seu uso são as intensas e curtas. Treinos de explosão na academia, corrida de 50 e 100 metros e demais atividades são as melhores para quem usa esse suplemento.

Aliás, quem treina na academia vai se surpreender com a força extra proporcionada pela creatina. Os pesos, antes vistos como desafiadores, se tornam bem mais leves!

O consumo é geralmente feito em ciclos, ocorrendo uma saturação na primeira semana de uso e uma pausa após um mês. É importante destacar que a creatina pode forçar os rins e o fígado, caso seja usada de forma inadequada.

Suplementos de cafeína

A cafeína é conhecida por deixar nosso sistema nervoso central funcionando a todo o vapor. Além disso, a cafeína tem um papel fundamental nas atividades físicas: ela ajuda a espantar a preguiça!

Por ser um estimulante natural, os suplementos de cafeína vão te manter alerta e disposto por bastante tempo. Ela vai proporcionar uma energia extra para as atividades físicas, o que pode fazer uma grande diferença em seu desempenho.

Além disso, ela também atua como termogênico, ou seja, usa a energia do seu organismo para aumentar a temperatura corporal. Assim você emagrece tanto pela atividade física quanto pela energia térmica liberada por seu corpo.

Fique atento: nada de cafeína próximo ao horário de dormir. Por ter um efeito bastante forte sobre nosso cérebro, ela com certeza vai trazer problemas para seu sono — se você conseguir dormir, claro.

Outro detalhe importante diz respeito à dosagem de cafeína. Alguns estudos apontaram que doses acima de 250 mg não aumentam o desempenho do atleta. Aliás, os benefícios são os mesmos que doses menores, mas a chance de ocorrer um efeito colateral aumenta bastante. Dê preferência por suplementos com cerca de 200 mg de cafeína.

Esses são os melhores suplementos para quem está começando a realizar atividades físicas. Lembre-se de ir no seu próprio ritmo no começo, respeitando sempre seus limites. Devagar você chega lá!