A Costa do Sol vai ganhar mais um atrativo turístico no próximo verão. Os turistas vão poder conhecer as Dunas do Peró a pé, de bugre ou de quadriciclo usando circuitos demarcados e independentes para não degradar as áreas de preservação permanente. O anúncio foi feito pelo secretário de Turismo de Cabo Frio, Carlos Cunha, durante encontro com os Amigos do Peró. O município pediu licença ambiental ao INEA (as dunas estão na Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil) e só poderão operar no local veículos previamente cadastrados na Prefeitura de Cabo Frio.

Carlos Cunha também informou que até novembro fica pronto o segundo trecho da Trans Cabo Frio, no trecho entre a Ogiva (Porto Veleiro) e o Morro do Vigia, no Peró. No total, o circuito de caminhada terá 53 quilômetros, de Arraial do Cabo até Barra de São João (Casimiro de Abreu). O Pontal do Peró também está ganhando uma trilha sensorial. Cunha informou que 2.500 atletas estão inscritos para o Rei e Rainha do Mar, maior festival de águas abertas do Brasil, que será realizado no Peró nos dias 11 e 12 de setembro.

Ainda neste ano, garantiu Carlos Cunha, a Praia do Peró (única do interior fluminense que tem a Bandeira Azul – selo internacional de qualidade ambiental) terá o Centro de Informações Turísticas, que também servirá de apoio para as equipes da Bandeira Azul, Guarda Municipal, Guarda Marítima e Posturas. No verão, o Peró terá uma Arena de esportes.

PRAIA DO PERÓ - HENRIQUE NASCIMENTO
PRAIA DO PERÓ – HENRIQUE NASCIMENTO

— O Plano de Verão de Cabo Frio começa a ser estruturado nesta semana, envolvendo todas as secretarias ligadas direta ou indiretamente às nossas praias. No Peró, particularmente, as prioridades são segurança e fiscalização de posturas – disse o secretário, acrescentando que o Plano Verão será apresentado dia 27 no Fórum Municipal de Turismo de Cabo Frio.

Além de Carlos Cunha, participaram do encontro do secretário municipal de Governo, Davi Souza, e o novo chefe do Parque Estadual da Costa do Sol, André Ricardo Correia. Preocupados com os rumos do projeto Bandeira Azul, os moradores reclamaram da precariedade de fiscalização na praia com a redução dos efetivos dos “agentes azuis” e da Guarda Municipal; pediram a volta do projeto “Bike Orla” (patrulhamento da orla com guardas municipais) e melhor sinalização turística e de trânsito, além de ordenamento e revitalização da Praça do Moinho.

— O município trabalha com orçamento deixado pela gestão anterior. O prefeito José Bonifácio está arrumando a casa para que tenhamos um ano melhor em 2022. A dificuldade de recursos impede a prefeitura de executar grandes obras, mas serão feitas melhorias na Praça do Moinho e o apoio ao projeto Bandeira Azul é um compromisso de governo – afirmou Souza.

Os moradores também pediram apoio ao projeto “Atletas do Peró”, que há anos leva atividades físicas e entretenimento para os idosos do Peró. A Prefeitura, que idealizou o projeto, deixou de pagar o salário da professora de Educação Física. O projeto foi mantido com ajuda financeira dos próprios alunos. Os idosos fazem as atividades na orla, mas precisam de um local para as aulas em dias de chuva. Cunha, que também é responsável pelo esportes de Cabo Frio,  prometeu estudar o pedido.