Toledo , PR 12/6/2020 – Segundo dados apurados pela AbComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), houve um crescimento de 400% no número de lojas virtuais.

Número de lojas que migraram para o comércio online também teve um crescimento médio de 400%

Diante do isolamento social, consumidores e lojistas precisaram mudar seu padrão de comportamento. Somente nos meses de maio e abril, as vendas online tiveram um crescimento de mais de 81% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Segundo pesquisas realizadas pelo site Compre&Confie, esse crescimento pelas compras através da internet resultou em um total de R$ 9,4 bilhões apenas no mês de abril de 2020, com a somatória de aproximadamente 24,5 milhões de compras online.

Entre os setores que mais cresceram durante os últimos meses de pandemia relacionada ao coronavírus, destacam-se alimentos e bebidas (294,8%), instrumentos musicais (252,4%), brinquedos (241,6%), eletrônicos (169,5%) e cama mesa e banho (165,9%).

Além disso, pequenos empreendedores de negócios locais viram nas vendas online uma forma de se manterem competitivos no mercado e continuarem exercendo suas atividades normalmente. 

Mesmo com o comércio eletrônico registrando altos números de faturamento a cada ano, foi apenas diante da atual pandemia que os microempreendedores resolveram apostar nas vendas online para continuarem funcionando.

Segundo dados apurados pela AbComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), houve um crescimento de 400% no número de lojas virtuais que iniciaram suas atividades, dando ainda mais ênfase e peso para essa mudança de comportamento e adequação às novas necessidade do consumidor. 

E pensando em ajudar o empreendedor local a vender pela internet, visando a facilidade, viabilidade e com o objetivo de fazer vendas através da internet, algumas soluções estão sendo lançadas no mercado, assim como a Compra na Cidade.

A solução criada em parceria do AumentaVenda vem para somar ainda mais nesse momento de dificuldade. Diante desta solução, o empreendedor ganha mais do que uma simples vitrine online, mas uma solução facilitadora para vender online e facilitar a entrega dos produtos nos endereços dos clientes. 

“Sabemos dos desafios que o pequeno empreendedor vem enfrentando nos últimos meses. Também sabemos que nem todos eles conseguem ter uma estrutura de montar um e-commerce próprio em pouco tempo, devido a tantas particularidades que esse negócio solicita. Por isso, nossa plataforma é uma intermediadora para ajudar a comunidade local”, diz. 

O CompraNaCidade, por exemplo, atua como um verdadeiro marketplace local. Ali, o dono de um negócio poderá expor seus produtos, montar sua loja de acordo com as normas do site e ainda contar com o apoio de entregadores locais, ajudando a toda uma comunidade.

“Pensamos em soluções que possam ajudar a todos. Do entregador ao empreendedor. E desta maneira, todas as pessoas conseguem garantir seu salário ao final do mês de maneira simples e objetiva, seja ele um negócio de fato, ou como uma maneira de encontrar formas de fazer renda extra durante esse período”, reitera Emerson Kochem, diretor comercial.

A aposta da plataforma, é conseguir abranger ao máximo de cidades possíveis. “Sabemos que a demanda é alta, e por isso, nosso objetivo é a maior área de atuação possível em todo o Brasil para ajudar cada vez mais pessoas”.

Website: http://institucional.compranacidade.com.br/