Empreenda com o conhecimento adequado de gestão
Empreenda com o conhecimento adequado de gestão

Enquanto abrir um negócio próprio é um sonho para muitos, algumas pessoas encontram no empreendedorismo uma forma de lidar com o desemprego e com a crise econômica. Contudo, fazer um negócio ser bem sucedido exige que você empreenda com gestão.

Afinal, ainda que o processo de iniciar uma loja seja conturbado por si só, é muito comum que as pessoas decidam empreender, sem que haja o investimento necessário em planejamento ou na elaboração de um plano administrativo e organizacional.

Desta forma, você acaba embarcando em um projeto que contará com inúmeros desafios diários e contratempos que, sem o preparo adequado, é capaz de acabar arriscando todo o investimento financeiro e de tempo dos empregados.

Isso é o que costuma acontecer com grande parte dos micro e pequenos negócios, no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, a taxa de mortalidade das instituições de pequeno porte é de 17% a 21%, nos primeiros cinco anos.

Sendo que entre os principais motivos explanados, para essa ocorrência tão frequente, a gestão inadequada antes e após a abertura da empresa é uma das razões mais comuns entre todas as entidades consultadas.  

Empreendedorismo é planejamento 

Abrir um negócio próprio apresenta diversas vantagens, tanto para o empreendedor quanto para a economia nacional. Afinal, essas instituições são responsáveis pela geração de novos empregos e por uma importante movimentação financeira.

No entanto, tirar essa ideia do papel e colocá-la em prática pode ser um pouco mais complicada do que muitos imaginam. 

O planejamento é um passo extremamente importante para tudo na vida, desde pesquisar sobre o curso de gestão financeira grade curricular até as oportunidades que esse mercado oferece. Tudo isso auxilia na construção de uma carreira de sucesso e conquistas. 

Afinal, além dos inúmeros trâmites burocráticos, também é necessário lidar com as questões financeiras, logísticas, sistemáticas, entre outras.

Por isso, investir em um curso tecnico de gestão financeira ou de administração empresarial é uma prática tão comum entre aqueles que planejam ser bem sucedidos, logo na primeira tentativa.

Até porque, esses profissionais estão cientes que a qualidade da organização e do planejamento prévio são determinantes para a sobrevivência do negócio e para a garantia de que os processos operacionais seguirão sendo efetuados conforme o previsto.

Por isso, é sempre necessária a confecção de um bom estudo de mercado, da escolha adequada dos sócios, a definição da natureza jurídica e tributária, o registro na junta comercial, a sistematização financeira, além da contratação e gestão de pessoas.

Importância do gerenciamento de tarefas 

Engana-se quem pensa que as tarefas descritas anteriormente, cessam no momento da abertura da instituição comercial. O planejamento prévio servirá como um guia importante para todas as atividades desempenhadas durante a vida útil da empresa.

Contudo, ele deve ser sempre revisado e atualizado para que, conforme as atividades administrativas e organizacionais tendem a se multiplicar, a empresa siga caminhando para os objetivos pré-estabelecidos pelos empresários.

Neste sentido, o gerenciamento comercial desempenha um papel fundamental no alinhamento dessas metas e na organização dos funcionários – por isso o curso gestão de pessoas ead pode ser tão benéfico – e com a delegação de tarefas.

Além disso, a gestão de negócios ainda é responsável pela análise, criação de planos e otimização dos:

  • Conhecimentos organizacionais;
  • Competências institucionais;
  • Administração de recursos humanos;
  • Processos operacionais;
  • Sistemas comunicativos;
  • Relacionamento com os clientes, entre outros.

Para que todas essas ações sejam de fato realizadas com maestria, os empreendedores precisam manter-se atentos com as questões financeiras e como elas interferem mutuamente com cada uma dessas tarefas.

Assim, a contratação de funcionários especializados na gestão financeira melhores faculdades ou a aquisição de conhecimentos acerca do tema também são requisitos básicos para a efetuação de um bom processo gerencial.  

Como realizar uma boa gestão de negócios 

A gestão de negócios atua em diferentes frentes da empresa e muitas vezes – principalmente no caso das micro instituições – é realizada pelos próprios donos do projeto e não, necessariamente, por um profissional com experiência de ação administrativa.

Mas, como essa função permite a criação de processos mais bem definidos e de uma rotina mais organizada e eficiente, é crucial que essas atividades sejam escolhidas com atenção e executadas da melhor forma possível.

Deste modo, manter-se familiarizado com as tarefas e estratégias gerenciais é imprescindível para qualquer empresário. Assim, a aquisição dos conhecimentos adequados sobre esse setor se torna determinante para o sucesso da gestão.

Entre as principais estratégias que compõem uma boa administração corporativa, invista em ações como:

  1. Escolha as melhores estratégias 

Atualmente existe uma infinidade de estratégias gerenciais que podem ser aplicadas nos processos institucionais. Entretanto, a definição de quais metodologias investir, deve levar em conta os potenciais de cada opção e as possíveis restrições que cada negócio implica.

Desta forma, fica mais possível alcançar os resultados almejados e um alinhamento mais consolidado com a missão original estabelecida no planejamento. Além disso, as potencialidades e limitações dos processos ficam mais nítidas para os gestores.

Por isso, desde as decisões relacionadas com a vida econômica da empresa até as ações de organização pessoal, precisam ser bem avaliadas pelos conceitos aprendidos no melhor curso de gestão financeira ou administração comercial, que são as:

  • Estratégia de crescimento;
  • Estratégia de manutenção;
  • Estratégia de investimento.

A escolha da melhor abordagem a ser seguida pelo seu empreendimento é fundamental para a melhoria da competitividade e para a sobrevivência geral do negócio. Sendo assim, essa é uma das medidas mais importantes de uma gestão qualificada.

  1. Construa uma cultura institucional 

A construção de uma cultura institucional é geralmente uma tarefa atribuída ao setor de RH e aprendida no curso gestão de pessoas a distancia

Entretanto, como nem toda empresa tem a possibilidade de investir nesse tipo de serviço, cabe aos gestores adquirir esse conhecimento.E não se engane quanto à indispensabilidade deste tipo de ação. 

A cultura organizacional é uma consequência direta dos valores da empresa, por isso, ela serve como um guia para a tomada de decisões de todos os setores e para a construção de um ambiente mais agradável.

Uma cultura bem estabelecida pela gestão, possibilita a atração de talentos qualificados, o aumento da satisfação dos colaboradores, a agilização dos processos, o aumento do engajamento dos funcionários e a melhora geral na experiência de compra dos clientes.

Para que isso seja possível, os empreendedores devem estabelecer os valores organizacionais, os costumes a serem desenvolvidos e as atividades que precisam ser executadas, para que as características da empresa possam ser moldadas com sucesso.

  1. Atente-se aos processos organizacionais 

A desenvoltura dos processos organizacionais é essencial para o pleno funcionamento da instituição, para a produção de produtos de boa qualidade e para a realização de um serviço que atenda as expectativas tanto do mercado, quanto do público consumidor.

Esse tipo de ação é bastante valorizada no curso de gestão financeira, pois  quando bem executada, permite a organização das tarefas internas, reduzindo o custo das operações, aumentando a eficiência dos processos e melhorando a administração da empresa.

Deste modo, é inegável a influência que a qualidade deste serviço tem no produto final e no trabalho prestado ao cliente. 

No entanto, essa organização também beneficia o negócio internamente, permitindo que cada colaborador tenha consciência do seu papel na corporação, aumentando os lucros e otimizando o crescimento sustentável da empresa.

  1. Realize uma boa gestão e liderança 

Ainda que pareça redundante, uma boa gestão empresarial requer gerenciamento e liderança efetiva. 

Isso porque, os empresários não podem ficar apenas focados nos relatórios e burocracias que precisam ser resolvidos, mas precisam também estar à frente dos projetos.

Porque essa boa liderança servirá para guiar todos os integrantes da equipe, motivando-os a realizar atividades mais bem feitas e a serem mais produtivos e assertivos. Assim, um bom líder e gestor é capaz de:

  • Basear as decisões e planejamentos em dados;
  • Adquirir uma visão mais abrangente sobre os processos;
  • Capacitar e empoderar os gestores e todos os colaboradores;
  • Gerir recursos com maestria;
  • Inspirar inovação.

Esse espírito de liderança pode ser incentivado por meio de bolsas a cursos ead gestão financeira para os administradores de cada sessão, através da melhora da comunicação e por intermédio da construção de uma relação de troca entre todas as equipes.

  1. Invista na tecnologia 

Em meio a tantas tarefas e responsabilidades atribuídas aos gestores, é bastante comum que eventualmente a qualidade de alguns dos processos administrativos comecem a ficar por desejar.

Por isso, o investimento em ferramentas tecnológicas são essenciais para o funcionamento de uma empresa. Afinal, esses softwares e plataformas digitais podem ser utilizados de diferentes maneiras, tornando a administração mais facilitada.

A modernização dos processos internos permite o aumento da produtividade, a otimização do monitoramento e organização das rotinas, automatização de funções, a confecção de relatórios automáticos, entre outros.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog It Business Fórum, site voltado para a veiculação de conteúdos relevantes sobre negócios, startups e estratégias para pequenas, médias e grandes empresas.