O EVEREST Gestão Empresarial, ERP da ACOM Sistemas, tem versão exclusiva para Food Service e agrada ao mercado.

A demanda por sistemas integrados de gestão empresarial cada vez mais especializados cresce a um ritmo acelerado. Os chamados ERPs (Enterprise Resource Planning ou Planejamento dos Recursos da Empresa) são fundamentais para que empresas tenham um efetivo e automatizado controle sobre suas atividades diárias, do administrativo ao operacional.

Mas, como criar uma solução que realmente seja um diferencial no mercado e agregue um valor real às empresas que a utilizem? Foi esse desafio que levou a ACOM Sistemas à inovação e ao crescimento. Em 2020, a empresa curitibana pretende chegar aos R$9 milhões em faturamento, está contratando e encontra-se em fase de expansão para São Paulo e Rio de Janeiro, com aporte de R$2 milhões para esta ação.

Atendendo todos os ramos de atividades, a ACOM destaca-se no setor industrial, distribuição, varejo e Food Service, mercado este que atingiu grande importância no negócio e é um dos focos da empresa neste ano.

O início

A ACOM Sistemas surgiu em 2003, fruto de uma cisão onde a empresa geradora tinha duas linhas de produtos desenvolvidas: uma para o segmento de escritório de contabilidade e outra para o segmento de gestão corporativa, o ERP. 

O objetivo era desenvolver o ERP e manter os usuários já ativos do sistema inicial. Esse era o ponto de partida do EVEREST Gestão Empresarial, o EPR da ACOM Sistemas que se tornaria um sucesso nos anos seguintes.

Carlos Drechmer, CEO da ACOM Sistemas, lembra que a empresa tinha 32 clientes em seu início, mas que rapidamente chegaram aos 100 clientes. Hoje, são mais de 300 clientes ativos.

“De uma forma geral, os mercados consumidores dos serviços de TI têm crescido num ritmo bem forte, porém alguns setores da economia estão passando por um longo período de  crise. Para estes setores, os investimentos em TI têm sido muito modestos” indica Carlos.

Era preciso uma guinada no foco da ACOM Sistemas para que o crescimento continuasse em escalada.

Fome de crescer

No início, a ACOM Sistemas, a exemplo da maioria das produtoras de ERP, atendia à todos os mercados, com pouca especialização ou foco nichado. 

Devido a concorrência e necessidade em se destacar no mercado, a empresa buscou uma guinada no foco de seu produto. Desde 2015, o trabalho foi voltado ao desenvolvimento de competências e produtos para alguns segmentos de mercado mais específicos. 

“Assim podemos entregar para nossos clientes mais do que um software, podemos entregar uma solução totalmente aderente ao negócio dele, traduzindo em real valor para a operação desse cliente”, afirma Carlos.

Com esta estratégia, a unidade de São Paulo da ACOM especializou-se no segmento de Food Service (cadeias de restaurantes), onde foi possível observar um crescimento muito grande na conquista de novos clientes. “Esse é um mercado que se manteve sólido mesmo em tempos de crise”, ressalta Carlos.

O EVEREST Gestão Empresarial ganhou um versão específica para o nicho de Food Service. Dentre os grandes diferenciais, já integrados na versão 3.0, está o Monitor de Compras. Diariamente, é gerada ao comprador uma necessidade de compras baseada no consumo médio e nas requisições das lojas. 

A necessidade dessa compra leva em consideração diversos fatores para gerar as quantidades a comprar: estoques mínimo e máximo, prazo de entrega, giro médio, programação de vendas, estoque em trânsito e compras já efetuadas. Dessa forma, as compras são otimizadas, permitindo que os estoques se mantenham com o mínimo necessário.

Expectativas para 2020

Carlos vê o ano de 2019 como um ano de consolidação. Uma nova versão do EVEREST foi entregue ao mercado e os clientes antigos estão migrando para essa versão, assim como a implantação em clientes novos tem ocorrido com grande sucesso. 

“A versão 3.0 do EVEREST está mudando realmente a forma das empresas gerirem os seus negócios, e este fator, aliado a tantos outros, tem nos dados grande visibilidade em alguns segmentos”, explica Carlos.

Por conta deste bom resultado em 2019, novos profissionais de diversas áreas estão sendo contratados, sendo 20 vagas em Curtiba e São Paulo. O foco é consolidar a equipe no atendimento ao cliente e entrega de projetos.

Está em curso para 2020 a instalação de uma unidade no Rio de Janeiro, para suprir o crescente número de clientes lá. Também haverá a expansão da unidade de São Paulo onde o crescimento está acontecendo com maior velocidade.

O valor do investimento na empresa neste ano chega a R$2 milhões, com as ações de P&D, inovação e ampliação da empresa.

“Nossa expectativa é de crescermos em 25% o faturamento total anual, chegando aos R$9 milhões, sendo que deste montante, 40% em receita recorrente”, celebra Carlos Drechmer.