ENCONTRO DISCUTE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL NA REGIÃO DOS LAGOS

Ilha do Japonês, em Cabo Frio
FOTO: A Ilha do Japonês, em Cabo Frio, faz parte do Parque Municipal Boca da Barra. Foto de Henrique Nascimento (EcoTour).

Como conciliar sustentabilidade com conservação e geração de renda para as famílias tradicionais? Este é o tema principal do encontro “Unidades de Conservação e Inclusão Social”, que será realizado no dia 18 de janeiro, a partir das 10 horas, na Casa dos Bezerra, na Praia do Forno, em Arraial do Cabo.  O encontro vai discutir uma agenda de ações para as unidades de conservação municipais da Região dos Lagos.

— O foco do evento é a discussão da garantia da qualidade ambiental de áreas protegidas. Vamos discutir também o uso das populações tradicionais e demais economias envolvidas no seu entorno imediato, em especial atores sociais em situação de vulnerabilidade ou/e risco – explicou André Cavalcanti, um dos organizadores do encontro, promovido pelo Instituto Dom Helder Câmara.

O evento vai reunir ambientalistas, condutores ambientais, nativos de áreas preservadas, entre outros.  Na oportunidade, segundo Cavalcanti, os “atores sociais de relevância”, serão convidados para colaboração voluntária de ações que auxiliem a gestão das áreas protegidas como também na construção de diálogos entre governanças e usuários destes territórios.

A programação é a seguinte: 10h – Áreas protegidas municipais e seus desafios; 11h – roda de conversa com a construção de ações necessárias e o plano de ação; 12h, encerramento. Um barco sairá às 9h30m da Marina dos Pescadores, na Praia dos Anjos, para levar os participantes. Há um caminho para chegar ao local por uma trilha com grau de esforço moderado.  É necessário contato prévio para adquirir vaga na embarcação através do e-mail educador.cavalcanti@gmail.com ou pelo telefone 220988156768.