Encontro entre EUA e China anima mercado, mas com crescimento lento do BR dólar pode chegar a R$ 4,15

“O mercado cambial nesta semana terá um forte início por causa da temporada de balanços de grandes empresas do mundo. Porém, o principal assunto será o encontro entre Estados Unidos e China para a assinatura da primeira fase de um acordo para acabar com a guerra comercial entre ambos.

Existem conversas para que os encontros entre as potências aconteçam de seis em seis meses, o que indicaria uma boa notícia para o mercado global. No cenário interno, o mercado cambial começa a semana muito nervoso.

A causa disso são os números fracos da economia brasileira, que passa por uma recuperação muito lenta com números abaixo do esperado. Com isso, a Bolsa de Valores deve ter uma semana de muita oscilação, mas com viés de baixa e o dólar no sentido contrário, podendo bater perto dos R$ 4,15”, pontua Mauriciano Cavalcante.