Erva Mate

A erva mate, conhecida cientificamente como Ilexparaguariensis, é uma planta tida como medicinal que tem origem na Mata Atlântica da América do Sul, mas especificamente em bolsões presentes na região sul do Brasil e no norte de Uruguai, Argentina e Paraguai. Entretanto, também é possível encontrar a erva mate facilmente na Bolívia e no Chile, principalmente.

Estima-se que os pés de erva mate possam chegar a 12 metros de altura. A planta é caracterizada por ter um caule acinzentado e folhas verde-escuro que têm um formato oval. Além disso, a erva mate também produz pequenos frutos.

Nesse artigo você vai saber tudo sobre a erva mate, desde a lenda que envolve à planta até uma lista contendo os principais benefícios dessa erva tão consumida na cuia de chimarrão. Continue lendo!

A origem da planta

Apesar de ter uma origem envolta em lendas contadas pelos nativos dos locais onde brota, como veremos a seguir, pouco se sabe sobre como surgiu o primeiro pé de Ilexparaguariensis.

No início do século 16, quando os espanhóis aportaram nas costas do Cone Sul, as populações indígenas residentes já consumiam infusões à base de erva mate.

Relatos dos escribas que acompanhavam os exploradores, dão conta de que a planta era muito consumida e era tida como sagrada, haja vista a grande consideração que os índios demonstravam por ela.

A lenda em torno da erva mate

Por ser icônica e muito apreciada por muitas culturas, em especial a gaúcha, a erva mate inspira muitas boas histórias.

Uma dessas histórias é um conto lendário que explica de uma forma lúdica como teria sido a originada essa tão aclamada planta.

Segundo a lenda, um velho índio vivia isolado em uma cabana que ficava em um bolsão de mata nativa, em companhia da sua filha que cuidava dele, já que não lhe restava muito vigor. 

Em dado momento, o índio velho recebeu a visita de um estranho homem que, depois de pernoitar em sua humilde cabana, o presenteou com uma carne de caça para se alimentar e fez brotar no meio da mata uma nova planta.

Segundo o viajante, a planta era especial e foi enviada por Tupã, o deus indígena da bondade. Assim, o preparado feito a partir das folhas daquela erva, deveria servir como fonte de vida e nutrição para homens cansados, como o velho índio.

Além disso, o viajante transformou a filha do ancião em uma deusa que passou a ser conhecida como Caá-Yari, a deusa da erva mate.

Como a erva mate é cultivada?

A erva mate é amplamente cultivada em hortos espalhados por toda a região sul do Brasil e da América do Sul. Além, é claro, de ser comum nos bolsões de mata nativa.

O cultivo da planta exige muita atenção, pois os pés de erva mate não podem passar dos três metros de altura, a fim de se evitar dificuldades na hora da colheita das folhas e frutos.

Um fato interessante sobre o cultivo da erva mate é que, no planalto curitibano, local tido como o habitat natural da Ilexparaguariensis, a planta é cultivada em grandes plantios que também contém araucárias, outra árvore icônica muito comum na região sul do Brasil.

De que maneiras é preparada e consumida

Depois de colhidos, as folhas e frutos de erva mate são desidratados, em especial as folhas. Assim, dão origem aos produtos da erva mate mais conhecidos.

Dentre os principais produtos da erva mate, que a deixaram tão famosa, estão o chimarrão de cuia, o tererê e o chá de erva-mate, um dos mais nobres tipos de chá.

Benefícios da erva para a saúde

A erva mate é conhecida por ter em sua composição praticamente todas as vitaminas e nutrientes que uma planta pode ter. Esses nutrientes, por sua vez, proporcionam, dentre muitos outros, esses benefícios:

  • Bem estar mental e físico;
  • Prevenção do envelhecimento;
  • Melhora na digestão;
  • Redução do colesterol ruim;
  • Aceleração do metabolismo;
  • Melhorias na vida sexual, por conter propriedades afrodisíacas.

Gostou do artigo? Já conhecia os benefícios da erva-mate? Aproveite o espaço abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!