São Paulo, SP 9/6/2020 – Priorizamos a excelência e a ampliação do horário de atendimento, incluindo finais de semana

Aliando a agilidade da tecnologia e o suporte a clientes em período estendido, a fintech cativa clientes com a crescente demanda por serviços online

Para cada crise, uma oportunidade. É seguindo este lema que muitas empresas precisaram se moldar ao momento atual e investir em tecnologia para continuidade de seus negócios. O desafio deste novo mundo é sobre como oferecer um serviço seguro para uma grande parcela da população acostumada ao olho no olho com o prestador de serviço e que se viram obrigadas a se adaptar a nova realidade, onde a tecnologia para o relacionamento com clientes tornou-se essencial.

Um exemplo destas mudanças é no mercado de câmbio, onde mesmo com a volatilidade da moeda houve um grande crescimento na busca por serviços online já que diversas operações precisam necessariamente ser realizadas e muitas instituições encontram-se com atendimento limitado em suas agências.

“Somos diariamente procurados por clientes de bancos, corretoras e de outras plataformas online que buscam de forma rápida obter ajuda, e a qualidade de nosso atendimento tem sido um diferencial neste período”, diz Fagner Schablatura, fundador da blueTransfer, uma fintech brasileira de remessas e pagamentos internacionais. “Há dois anos atrás resolvemos investir no negócio por conta da dificuldade em efetuar um pagamento internacional, hoje somos reconhecidos por isso”, complementa.

Fintech do mercado de câmbio

Comemorando seu primeiro ano de operação no mercado, a blueTransfer vem crescendo de forma orgânica e consistente mesmo durante a atual crise. “Buscamos sempre a maturidade do negócio e investimos constantemente em tecnologia para facilitar o autosserviço, entretanto, com a recente explosão na procura por serviços online ocasionada pela pandemia, priorizamos a excelência e a ampliação do horário de atendimento, incluindo finais de semana”.

Com investimento 100% de capital próprio, o chamado bootstrapping, o fundador se orgulha: “inovar não é somente criar algo do zero mas também melhorar algo existente, entendemos como todo o ciclo das operações funciona e aplicamos nossa experiencia em tecnologia e atendimento humanizado”, afirma o fundador que discute com investidores a próxima fase do negócio.

Sobre: A blueTransfer é uma fintech brasileira do mercado de remessas e pagamentos internacionais, correspondente cambial de instituições financeiras e autorizado pelo BC à atuar no mercado de câmbio. Oferece serviços online para Pessoas Físicas e Jurídicas, de forma simples e intuitiva em sua plataforma online.

Website: https://bluetransfer.com.br