Coleta de resíduos em rios e praias
Coleta de resíduos em rios e praias / foto: divulgação

Durante dois finais de semana de novembro, três localidades do Amazonas receberam o Internacional Costal Clean Up (ICC), também conhecido como Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. Organizada pela ONG Ocean Conservancy, o evento é a maior ação internacional envolvendo voluntários para a limpeza e conservação de rios e praias. Após a coleta, as informações sobre o lixo coletado serão encaminhadas para a ONU, contribuindo para uma ampla pesquisa sobre a poluição dos rios e oceanos em todo o mundo, e que orienta a organização acerca das regiões mais afetadas pelo problema na atualidade, potencializando, assim, medidas que buscam soluções para estas localidades.

“Nosso objetivo é, além de retirar da natureza os resíduos que prejudicam a saúdo do meio ambiente, conscientizar sobre um grande problema do mundo na atualidade: o lixo no mar e vias fluviais. São resultados mundiais como este que auxiliam a IOC a convencer os países a assinarem o Tratado Internacional de Controle de Poluição Marinha”, explica a Coordenadora de Estado da Ocean Conservancy, Katia Kalinowski.

No total, mais de nove toneladas foram coletadas por 278 voluntários em Manaus (Parque das Tribos), Ilha do Sol (Comunidade Sateré Mawe) e Maués nos dias da ação. Todo o lixo coletado pelos voluntários será catalogado, pesado e fotografado antes de seguir para o aterro sanitário municipal. Depois de compilados, estes dados serão enviados para o Centro de Conservação dos Oceanos (Ocean Conservancy) para análise estatística e, na sequência, encaminhados para a ONU, responsável pela Comissão Intergovernamental Oceanográfica (IOC).

“Ficamos muito felizes com a ação promovida na nossa comunidade, pois certamente ela trará impacto muito positivo com a retirada do lixo dos rios da nossa região. Vimos Jovens e idosos da nossa comunidade se envolveram na atividade e isso é muito importante para a conscientização e transformação local”, conta Vanda Ortega, líder do povo Witoto.

A ação faz parte de um programa de educação ambiental que mobiliza milhares de pessoas anualmente em todo o planeta e foi patrocinada pela L’Oréal Brasil, por meio do seu compromisso de sustentabilidade L´Oréal Para o Futuro.

“Acreditamos que futuro da beleza será mais natural e sustentável. Por isso, assumimos maiores responsabilidades com o meio ambiente e preservação dos ecossistemas. Cuidar e valorizar da biodiversidade Amazônica é contribuir para a manutenção da saúde do nosso planeta, lutando contra as mudanças climáticas. Como líder mundial da beleza, é isso que buscamos com o nosso programa L’Oréal Para o Futuro, contribuir para a resolução dos desafios ambientais que o mundo enfrenta.”, conclui Maya Colombani, Diretora de Sustentabilidade da L’Oréal Brasil.

Compromisso com o meio ambiente

A beleza do futuro será mais natural, inclusiva, diversa e, principalmente, sustentável. Por isso, a L’Oréal decidiu acelerar seus esforços por meio de seu compromisso de sustentabilidade “L’Oréal Para o Futuro”, com metas mensuráveis e prazos definitos de redução de impacto a serem alcançadas até 2030. Isso significa o início de uma transformação nos negócios da L’Oréal Brasil, respeitando os limites planetários, indo além com o empoderamento sustentável de todo o ecossistema empresarial que nos cerca e assumindo maiores responsabilidades ao contribuir na resolução dos desafios ambientais e sociais enfrentados hoje.