As expressivas altas nos preços da raiz em semanas anteriores atraíram produtores para a colheita e entrega de mandioca, elevando a moagem em algumas empresas.

Estimativas do Cepea apontam aumento de 1,2% na quantidade de mandioca processada pela indústria de fécula na última semana, para 23,4 mil toneladas.

De modo geral, porém, a oferta ainda é considerada restrita, enquanto a demanda está firme, cenário que tem elevado os preços.

Assim, entre 5 e 9 de outubro, o valor médio nominal a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 552,39 (R$ 0,9607 por grama na balança hidrostática de 5 kg), 3,9% acima da média da semana anterior.

Em valores reais (deflacionamento pelo IGP-DI de setembro/20), a média atual supera em 47,5% a de igual período de 2019. Fonte: Cepea