Muitos deles curtem a velocidade, mas o momento é de pisar no freio e ouvir rock n’roll em casa. Os motociclistas, em especial aqueles que usam a moto para trabalhar, precisam redobrar os cuidados em época de pandemia, com a propagação pelo mundo do vírus Covid-19. A principal recomendação, além dos cuidados com a higiene, é evitar aglomerações em encontros de motociclistas, sejam eles pequenos ou grandes.

Por conta da proliferação do vírus, o Encontro Nacional de Motociclistas de Rio Novo, em Minas Gerais, previsto para o primeiro fim de semana de abril, o evento foi transferido para o último fim de semana de junho. O encontro de Rio das Ostras seguiu o mesmo caminho, assim como o de Resende Costa (MG).

Médico cirurgião vascular e motociclista há mais de 40 anos, Antônio Feliciano Neto, dos Tubarões de Cabo Frio e ex-secretário de Saúde de Búzios, disse que os motociclistas precisam ter cuidados redobrados, não somente com sua higiene pessoal (lavar as mãos com freqüência), como também com a motocicleta, com o capacete, a viseira e a manete:

— A velocidade de propagação deste vírus é muito grande. Por isso é muito importante o cuidado com a limpeza diária de todos os equipamentos, inclusive a própria motocicleta. O fundamental, contudo, é, além da higiene, evitar aglomeração. Motociclista gosta muito de churrascos em aniversários dos clubes. Estas comemorações precisam ser evitadas, assim como os encontros tradicionais – aconselhou o médico.

Feliciano lembrou que o motociclista, principalmente os que trabalham com a moto, precisam lembrar que podem levar o vírus para casa, contaminando os pais e outros entes queridos, se não tomar os cuidados necessários na rua. No caso de falta de álcool gel, ele sugere usar o desinfetante Lysoform, que não é o ideal, mas é uma alternativa na falta do álcool gel, que sumiu das prateleiras dos supermercados.

Antônio Feliciano Neto
Antônio Feliciano Neto

— Para os que usam a moto como lazer, não há nenhum risco pegar a estrada no fim de semana, desde que não tenha como destino uma aglomeração. É preciso cuidado nos locais aonde vai, onde entra e onde sai. Vamos combater o vírus com limpeza e higiene. É preciso acompanhar a evolução para ver quando será possível retomar os encontros. Esta epidemia vai passar e vamos lembrar-nos dela em breve ouvindo um bom rock n’roll  – concluiu o médico.

Uma das bandas preferidas pelos motociclistas, a Faixa Etária suspendeu os ensaios em estúdio da turnê 2020 que começaria dia 4 em Rio Novo:

— Substituímos os ensaios em estúdio por reunião por Skype ou Whatsapp para priorizar a retirada de novas músicas até que estejamos livres do risco de contaminação – explicou o baterista Fabrício Araújo.