O mês de agosto vem demonstrando que será bastante favorável na geração de energia eólica. Na mesma semana, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) registrou três recordes de geração média da energia e ontem, dia 6 de agosto, os sistemas registraram que os ventos chegaram a produzir 9.049 MW e fator de capacidade de aproximadamente 71,6%. Este montante é suficiente para abastecer 94,4% da demanda elétrica de todos os estados que compõem a região Nordeste. Historicamente, agosto costuma ser um mês de ventos fortes. Além deste recorde, o Operador indicou que no dia 5 a geração de energia eólica média foi de 8.854 MW e no dia 2 de 8.780 MW.

Sobre o monitoramento da geração eólica A maior presença de renováveis na matriz brasileira é algo que já está acontecendo e continuará dessa maneira nos próximos anos. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) passou em 2006 a monitorar regularmente a capacidade instalada de usinas eólicas em operação comercial que, atualmente, estão espalhadas por oito estados (Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). No momento, o ONS registra 14.975 MW de potência instalada de eólica, o que representa 9,1% da matriz elétrica.