voo cancelado
voo cancelado

Atrasos e cancelamentos de voos não só causam transtornos aos passageiros, mas também custam bilhões de dólares às transportadoras. A Federal Aviation Administration (FAA) considera que o voo está atrasado 15 minutos depois do horário programado, enquanto o cancelamento ocorre quando a companhia aérea não opera o voo por um determinado motivo. As transportadoras atribuem para voo cancelado a várias causas, como más condições meteorológicas, congestionamento do aeroporto, congestionamento do espaço aéreo e uso de aeronaves menores pelas companhias aéreas. Esses atrasos e cancelamentos mancham a reputação das companhias aéreas, muitas vezes resultando na perda de demanda dos passageiros. Além disso, pode ter um impacto indireto, pois a ineficiência do sistema de transporte aéreo exige um maior número de funcionários, aumentando o custo de fazer negócios.

Embora alguns atrasos se devam ao congestionamento e às condições meteorológicas, outros são devidos a problemas mecânicos, dificuldades no embarque dos passageiros e simplesmente à incapacidade da companhia aérea em atender à demanda, dada a sua capacidade.

Atrasos e cancelamentos afetam os passageiros e as transportadoras aéreas. Por resultar em maior tempo de viagem e despesas com alimentação e hospedagem, eles causam estresse entre os passageiros. Além disso, eles atrapalham o propósito das viagens aéreas – rápidas, acessíveis e seguras – e fazem os passageiros desconfiarem das companhias aéreas. Por outro lado, as companhias aéreas sofrem com custos extras de tripulação, custos associados à acomodação de passageiros interrompidos e reposicionamento da aeronave, uma vez que os horários da frota e da tripulação são amplamente baseados nos horários programados.

Além dos custos sofridos por passageiros e companhias aéreas, pode haver um impacto circular indireto sobre o resto da economia. À medida que os custos das companhias aéreas aumentam, elas cobram dos passageiros uma tarifa mais alta, afetando as viagens de lazer e as indústrias que dependem do transporte aéreo para seus negócios. Esse impacto indireto, então, resulta em transbordamento para o resto da economia, aumentando os custos já altos das companhias aéreas.

Quando recebo compensação por um voo cancelado?

Antes de entrarmos neste tópico, é importante entender que reembolsos e compensações de passagens são duas coisas distintas. Se o seu voo for cancelado pela companhia aérea, você terá direito a receber o reembolso total do bilhete ou um novo voo. Se o voo for cancelado após você já ter chegado ao aeroporto, você também tem direito a cuidados. Isso inclui duas chamadas gratuitas, mensagens de fax ou e-mails, bem como bebidas em uma relação razoável com o tempo de espera e acomodação no hotel quando o cancelamento exige pernoite.

Além de reembolso e cuidado da passagem, existem certas circunstâncias nas quais um passageiro também pode ter direito a compensação por um voo cancelado:

Se a companhia aérea não o informou sobre o cancelamento pelo menos 14 dias antes da data de partida programada do seu voo.

Se a companhia aérea pudesse ter evitado o cancelamento se tivesse tomado todas as medidas razoáveis.

Problemas ainda com voo cancelado? Conheça a Indenizar

As companhias aéreas devem informar os clientes sobre os cancelamentos pelo menos 14 dias antes da partida. Recomendamos que você verifique a pasta “spam” ou “desordem” da caixa de entrada do seu e-mail antes de solicitar uma compensação, pois as notificações da companhia aérea às vezes acabam aqui.

Em alguns casos, não é possível para uma companhia aérea notificar os passageiros sobre o cancelamento com 14 dias de antecedência porque o voo foi cancelado com pouca antecedência. Quando isso acontece, vemos por que o voo foi cancelado. Para fazer um pedido de indenização, a companhia aérea deve ser responsável pela causa do cancelamento. Os voos cancelados devido a problemas técnicos se enquadram nesta categoria, pois a manutenção da aeronave é inerente às operações diárias de uma companhia aérea e não deve interromper os horários dos voos. Às vezes, porém, ocorrem problemas que não são culpa da companhia aérea. Mesmo quando isso acontece, as companhias aéreas devem ser capazes de demonstrar que tomaram medidas razoáveis ​​para evitar que ocorra um cancelamento.