São Paulo, SP. 28/5/2020 –

É impossível contar sozinho a quantidade de informações que um departamento governamental de estatística, semelhante ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) precisa processar. No sudeste asiático, um desses departamentos de uma agência governamental sofria com a coleta manual de dados e o processamento de grandes volumes de informação até conhecer uma plataforma de inteligência estatística.

É impossível contar sozinho a quantidade de informações que um departamento governamental de estatística, semelhante ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) precisa processar. Sob sua responsabilidade está a coleta, armazenamento e divulgação de milhões de informações, dos mais diferentes tipos, que necessitam ser coletadas, armazenadas e interpretadas, para uso posterior na tomada de decisão do Estado e dos cidadãos.

No sudeste asiático, um desses departamentos de uma agência governamental sofria com a coleta manual de dados e o processamento de grandes volumes de informação. Relatórios chegados de todos os cantos do país em questão demoravam dias e meses para serem incorporados ao sistema. No caso de um censo (contagem e análise geral da população), a captação e avaliação chegavam a durar anos.

Isso acabava por afetar significativamente a precisão e validade da informação captada, além de ter um custo muito alto, em especial no que se refere a recursos humanos, consolidação de dados, geração de relatórios e logística.

Diante desse contexto, a agência governamental foi procurar no mercado alguma solução para agilizar seus processos, foi quando conheceram a solução de escaneamento da Kodak Alaris. Ela mostrou-se um “match” perfeito para atender as necessidades apresentadas, além de se comprovar mais eficaz em testes comparativos realizados para a tomada de decisão daquele governo.

Foi assim que, durante o projeto de censo nacional de 2010, foram instaladas 17 unidades dos Production Scanners da Kodak Alaris em 15 escritórios definidos para o trabalho em diferentes regiões, com foco em escanear e digitalizar 50 milhões de formulários coletados de uma população total de 28,6 milhões de pessoas.

Essa tarefa colossal foi completada em apenas seis meses. Desde então, a agência governamental vem tendo uma experiência sem incômodos usando em suas atividades-chave as soluções de alta velocidade para captação e processamento de imagens da Kodak Alaris. A estimativa do órgão era de completar o censo em dois anos, caso esse sistema não fosse implementado.

Dessa maneira, o tempo de divulgação dos resultados teve uma sensível diminuição e o retorno sobre o investimento (ROI) cresceu, pela melhor equalização dos custos com pessoal, consolidação de dados e gastos logísticos. Além disso, a procura e correspondência de dados se tornou muito mais simples.

Website: https://www.alarisworld.com/pt-br