Por Marcieli Mantovani, analista de novos negócios do Consignet*

Já pararam para se perguntar quantos desligamentos espontâneos tivemos neste primeiro período de 2020? Pois é, eu parei e por isso resolvi escrever este artigo.

A verdade é que não temos a divulgação de dados oficiais sobre os números de desligamentos desde janeiro de 2020. Em contrapartida encontrei um estudo de 2018, o qual diz que 25% das pessoas pedem demissão da empresa de forma espontânea.

Mas o que as motivam a pedir o desligamento e encarar um novo desafio? É sobre isso que vou falar com você. Vamos fazer uma reflexão dos principais motivos de desligamentos espontâneos.

O desligamento espontâneo muitas vezes está ligado com o clima organizacional, que envolve a motivação do colaborador; pelo tipo de atividade executada; ou, como a maioria dos casos, com o surgimento de uma nova proposta.

Mas o que esta nova proposta tem de melhor, que faz o colaborador renunciar ao antigo emprego e trilhar um novo caminho, assumindo um novo desafio?

Pode estar ligado com os dois itens que falei: clima organizacional e atividade a serem executadas; mas além disso, temos uma questão muito importante a ser destacada… plano de benefícios.

Vamos ser sinceros, que colaborador não quer ter, além do seu salário, os benefícios? Fala sério, não nos sentimos valorizados e motivados quando temos mais esta opção?

Pois bem, isso é fato! O plano de benefícios tem muito peso na hora da tomada de decisão, entre ficar ou partir, entre assumir ou não um novo desafio.

Você, profissional de RH ou empresário quer diminuir a turnover da sua empresa? Já chegou a fazer esta análise sobre os benefícios que são oferecidos para os seus colaboradores?

Existem dois tipos de benefícios: os espontâneos e os legais.

Benefícios legais:

Os legais são os benefícios que constituem na lei trabalhista, como por exemplo as férias, 13º salário, FGTS, horas extras, entre outros.

Benefícios espontâneos:

São os benefícios que são oferecidos por liberdade das organizações, ou seja, não são exigidos por lei, como os legais. Hoje temos inúmeras opções de benefícios espontâneos, são eles:

  • Vale alimentação;
  • Vale refeição;
  • Plano de saúde;
  • Plano odontológico;
  • Consignados;
  • Vale academia;
  • Vale transporte;
  • Auxílio creche;
  • Participação nos lucros;
  • Jornadas flexíveis…

Se formos analisar, todos os benefícios acima listados estão diretamente ligados com a qualidade de vida do colaborador. Então, pensem comigo, quando a empresa oferece uma cesta de benefícios logo os funcionários atuais estarão motivados e engajados, correto?

No mais, a empresa atrairá novos talentos. Com estes novos talentos feras, a organização tende a crescer cada vez mais.

Além, é claro, de que todos estarão motivados e engajados, e ter uma equipe dessa forma faz com que sejam alcançados resultados incríveis e realizado entregas de valores.

Com isso, é gerada uma reação em cadeia positiva para a organização.