A Praia do Peró, em Cabo Frio, recebe neste fim de semana o circuito Rei e Rainha do Mar (RRM), o maior festival de águas abertas do Brasil, que vai reunir mais de dois mil competidores. Além das provas tradicionais de natação e de corrida na areia, o RMM do Peró terá uma nova modalidade: canoas havaianas. Com 7,2 km de extensão, a Praia do Peró é a única do interior fluminense que tem a Bandeira Azul – selo internacional de qualidade ambiental. O RRM prevê uma série de ações ambientais nos dois dias do evento.

Além das provas já conhecidas pelo público, os atletas poderão competir na modalidade canoa havaiana em percursos de 6 K ou 12 K. As provas de natação no mar são a Open (500 M), Sprint (1 K), Classic (2 k), Challenge (4 k) e Super Challenge (10K). As provas de corrida contam com Trail RUN (8 KM) e Beach RUN (2 KM e 5 KM). Esportistas, que amam nadar e correr em sequência, podem participar da modalidade Beach Biathlon (1 KM de natação e 2 KM de corrida na areia).

— Temos um santuário natural que conta com grande diversidade de espécies e vegetação. Nosso objetivo é preservar e divulgar a beleza natural do local. A Praia do Peró integra as áreas de preservação do Parque estadual Costa do Sol e da APA Pau Brasil — explica o biólogo Mário Flávio Moreira, que também é membro da organização Amigos do Peró, grupo de ambientalistas e admiradores da praia de Cabo Frio.

No sábado e no domingo, serão colocados sacos de lixo de 200 litros a cada 30 metros da praia. O público receberá sacolas biodegradáveis para que os resíduos serão reciclados ou levados à compostagem. O evento vai promover a conscientização sobre o hábito de reduzir, reutilizar e reciclar em pequenas ações do dia a dia. Os Amigos do Peró se encontram, nesta sexta-feira, com autoridades estaduais e municipais que vão cuidar da segurança e ordenamento da praia durante o RRM e na alta temporada do verão

— O RRM é de grande importância não somente para o esporte como também para o turismo, pois atrai um público de qualidade e que certamente voltará para o lazer, ainda mais num destino como a Praia do Peró, uma das mais lindas do litoral brasileiro e uma das poucas do Brasil que se orgulham de ostentar a Bandeira Azul – comentou o presidente do Conselho de Turismo da Costa do Sol (Condetur), Marco Navega.

NORMAS DE SEGURANÇA NO RRM

–  Alteração no layout da arena para garantir mais espaçamento entre os atletas e menos cruzamentos.

-Eliminação dos espaços de convivência como estandes de marcas parceiras, área de convidados e tendas de assessorias.

-Implementação de largadas faseadas, com menos atletas e em horários distintos de acordo com a faixa etária.

-Delimitação de um número máximo de atletas dentro da arena ao mesmo tempo.

-Medição da temperatura de todos, staffs e participantes, na entrada principal da arena.

-Distribuição de máscaras descartáveis para todos os atletas e a obrigatoriedade do uso da máscara dentro da arena.

-Todo staff de terra do evento com máscara e viseira de proteção, além de luvas (se necessário).

– Dispenser com álcool em gel nas entradas das diferentes áreas da arena.

-Staff destinado a evitar aglomerações na entrada da arena e na dispersão (pós-prova).

-Limpeza periódica de toda estrutura da arena.

-Disponibilização de lixeiras específicas para o descarte das máscaras, mantendo a preocupação com a coleta seletiva.

-Entrega da hidratação pós-prova num kit para agilizar o processo.

-Divulgação dos resultados online, após o término da prova para evitar aglomeração.

-Divulgação de um comunicado prévio para staff e atletas informando as novas normas e os procedimentos.