bolsas
bolsas

Em três cores e diferentes versões, as bolsas feitas de folha do butiá ganham nova edição na Renner. As peças levam na etiqueta o Selo Re – Moda Responsável, e são desenvolvidas de maneira artesanal por meio do manejo sustentável das palmeiras, conduzido por uma rede feminina de artesãs de Giruá, na região das Missões, no Rio Grande do Sul.

No modelo transversal, as bolsas surgem em laranja, camel e lilás, acompanhadas de detalhes que se adequam às respectivas tonalidades. Estruturada pelas palhas que se cruzam na trama, as peças recebem chaveiros de tecidos, alças de cordão bicolores com mix na cor branca e as pontas arredondadas. De estilo democrático, possuem diversas possibilidades de uso, como crossbody, tiracolo e transpassado, e rápida combinação com o look pela cartela multicolorida.

As primeiras peças feitas com folha de butiá foram desenvolvidas no ano passado junto com uma das coleções capsula do Selo Re – Moda Responsável, que engloba as boas práticas da Renner no âmbito social, econômico e ambiental. Com estas novas opções das bolsas, a Renner propõe uma reinterpretação da moda a partir do artesanato feito de forma sustentável e, sobretudo, simboliza os princípios da economia circular. Esse processo é garantido a partir do uso das folhas da palmeira, que retornam à natureza como adubo para a perpetuação da espécie e ressignificam os acessórios. As peças custam R$129,90 e já estão disponíveis no e-commerce da marca.