15/6/2020 –

Revendas orientam equipes e clientes sobre procedimentos de segurança e saúde já pensando na retomada do trabalho presencial

A pandemia da Covid-19 mudou a rotina de diversos setores. O momento atual exige das empresas cautela e preparo para a retomada dos negócios. Enquanto aguarda as determinações do Governo, as Revendas Confenar – Confederação Nacional das Revendas Ambev e das Empresas de Logística da Distribuição, orientam e treinam seus funcionários sobre as medidas de segurança que passarão a fazer parte do cotidiano dos trabalhadores, em todos os ambientes e também nas interações com os clientes. Os treinamentos estão sendo realizados de forma online, usando vídeos curtos e documentos que ilustram como os procedimentos devem ser realizados. As equipes que cuidam do trabalho logístico já foram treinadas e mantiveram suas atividades desde o início da pandemia, operando de acordo com rigorosas medidas de higiene para preservar a saúde dos colaboradores e dos parceiros de negócios.

“Todos nós já sabemos que a retomada das atividades profissionais acontecerá em breve e que os procedimentos vão mudar bastante. A função da gestão será orientar todos os funcionários sobre a importância do cuidado consigo mesmos e com os próximos. Os novos processos de segurança devem ser aplicados em todas as situações, só assim poderemos cuidar de todos os nossos colaboradores, clientes e familiares”, diz Ataíde Gil Guerreiro, Presidente da Confenar.

Uma das novas regras para os ambientes de trabalho será o uso obrigatório de máscaras de proteção. Os funcionários em escritório e os distribuidores terão que usar o equipamento de proteção durante todo o turno de trabalho, atentando para os períodos ideais e trocas necessárias. Uma máscara descartável pode ser usada por até 4 horas. As de tecido precisam ter dupla camada e podem ser usadas por até 2 horas. Após esse período, as descartáveis devem ser embaladas em sacos plásticos vedados e só depois serem jogadas no lixo. Já as máscaras de tecido devem ser guardadas em sacos plástico e higienizadas posteriormente, ficando de molho em água e sabão por 20 minutos. E nunca é demais ressaltar que as máscaras limpas não devem ser misturadas com as usadas. Outras orientações importantes são sempre manusear as máscaras pelas alças e elásticos, não tocar na parte interna e frontal, lembrando de lavar as mãos antes e após o uso.

Para os distribuidores, a atenção especial será com todos os pontos de contato do veículo, que deverão ser higienizados com álcool 70% ou álcool gel no início do expediente. Entram na lista as chaves, as maçanetas, pontos específicos da porta – internos e externos-, volante, painel, câmbio e cinto de segurança. Outra orientação é que os revendedores andem de vidros abertos, evitando o uso de ar-condicionado e que não toquem o rosto, em especial olhos, nariz e boca. “A crise provocada pela pandemia do coronavírus vai passar e os setores terão que se adaptar as novas regras e eu acredito que tudo estará mais digital. Esse novo cenário ainda exigirá de todos uma nova forma de trabalhar e a Confenar está preparada para isso”, disse o Presidente.

Já nos escritórios a orientação é manter janelas abertas, não dividir computadores, telefones e outros itens de uso comum. Também é importante que os acessos sejam repensados, para que os funcionários não precisem abrir as portas com as mãos, por exemplo”, afirma Ataíde. As empresas também deverão ter higienizações constantes das mesas e dos equipamentos de trabalho.

Medidas antigas de segurança se tornaram mais fortes e várias novas medidas vieram para ficar e mudar a rotina e as relações das pessoas. Apesar de as empresas estarem orientando seus funcionários, procedimentos de segurança que envolvem saúde devem ser aplicados no trabalho, na rua, em casa e nos transportes, sejam eles público ou particulares.

Website: http://www.confenar.com.br/