São Paulo 28/5/2020 – O Covid-19 e a solidariedade. Ajuda em tempos de pandemia.

A solidariedade se multiplica durante a pandemia de Covid-19. Exemplo de solidariedade, doação em tempos de pandemia.

Neste momento de combate ao novo coronavírus, a solidariedade se tornou uma das principais armas contra a pandemia. Muitas empresas têm se mobilizado para ajudar pessoas em estado de vulnerabilidade.

A convertedora de papéis Forest Paper (forestpaper.com.br) é uma dessas empresas. Ela se organizou em uma nova ação em prol ao combate do Covid-19.

O coordenador industrial da Forest Paper, Roberto De Araujo Neto, foi responsável pela distribuição das máscaras. A nova ação ocorreu em Telêmaco Borba, mais precisamente no Bairro Jardim União, no Paraná.

Conhecido também como “Favela Estados Unidos”, a comunidade possui mais de 25 anos de existência e a maioria de seus moradores são idosos e trabalhadores do setor industrial de Telêmaco.

A distribuição das máscaras ocorreu no sábado, 23 de maio de 2020, no período da tarde, com o acompanhamento dos representantes do bairro. Elas foram entregues aos moradores juntamente com as instruções de como se usa.

Em entrevista, Roberto falou um pouco sobre a sensação que teve em ajudar a comunidade em Telêmaco Borba, localizada na mesma cidade em que reside.

“Foi gratificante realizar uma boa ação na comunidade da minha cidade, pois são pessoas que possuem poucos recursos para aquisição de outros tipos de máscaras.”

As máscaras doadas são feitas de papelcartão. O papelcartão é um dos produtos comercializado pela Forest Paper. Diferente de outras também descartáveis, as máscaras de papelcartão “protegem… fazem uma barreira contra as gotículas que são as agentes de contaminação do vírus”, diz Roberto.

Sabemos que máscaras descartáveis não podem ser enviadas para reciclagem e é preciso fazer o descarte consciente. Como seria isso…

De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), por se tratar de material contaminado, as máscaras não podem ser dispensadas inadequadamente. Sendo assim, é necessário que a população envolva a máscara utilizada em saco plástico e descarte em lixo comum. A máscara descartada incorretamente pode infectar os coletores de lixo, além de ser fonte de disseminação do vírus para outros locais.

O interessante desta máscara criada pela empresa Neo Pack (com o papelcartão da empresa Forest Paper), é que por se tratar de papel, esse produto possui um tempo muito menor de degradação no meio ambiente. É um material biodegradável. #meioambiente

A Neo Pack afirma que esta máscara é 100% eficaz. As fibras do papelcartão criam uma barreira muito eficiente contra as temidas gotículas expelidas do nariz e da boca. Além disso, elas apresentam uma boa circulação de ar, diz o site da empresa.

Continuando a falar sobre o problema da Covid-19, Roberto faz algumas declarações sobre o Brasil e como podemos combater esse grande problema que vem assolando o mundo.

“Acompanhamos dia a dia o aumento dos números de casos em todo o país. O mais preocupante são os centros médicos que não possuem capacidade de atendimento para todos. Por isso, precisamos atender as solicitações dos órgãos responsáveis para manter as principais orientações de isolamento, distanciamento, e higiene pessoal para evitar e proteger a todos.”

São nestes momentos que surgem ações solidárias como essa. Tudo pensado na tentativa de minimizar os danos e de se reconhecer no lugar do outro.

Website: http://www.forestpaper.com.br/