Muitas pessoas sonham em morar em terras estrangeiras, principalmente nas francesas, mas têm dúvidas sobre trabalhar na França. Afinal, como conseguir autorização para trabalhar? Quais são as profissões que lá se destacam?

Essas dúvidas muitas vezes acabam postergando os sonhos ou, ainda, cancelando-os. Entretanto, não há motivo para isso! Para garantir que você vai seguir seus objetivos e traçar seus caminhos na França, nós trazemos hoje as respostas para as principais dúvidas sobre como é trabalhar nesse país.

Continue lendo e confira tudo o que é importante para dar mais esse passo em direção ao seu futuro.

Principais dúvidas de trabalhar na França: Conheça todas as respostas agora

Existem diversos rumores que seguem o povo francês, assim como de vários outros países e isso tem a ver com a cultura das nações.

Por exemplo, dentre as dúvidas de trabalhar na França está uma que se refere à receptividade do povo e à educação. Afinal, muitos acreditam que os franceses são mal educados e isso não é necessariamente verdade.

O que ocorre é que a nação é extremamente orgulhosa de seu país. Portanto, tem-se como um sinal de educação dar início a qualquer conversa na língua do país, ou seja, em francês. Assim, se possível, deve-se também dar continuidade ao diálogo no idioma nativo do país.

Portanto, é claro que a primeira coisa a se fazer quando se tem vontade de morar em terras francesas é buscar um curso de francês em São Paulo ou em qualquer outro lugar do Brasil. Hoje é possível ter acesso às aulas à palma da mão,pelo celular, notebook ou tablet.

Pois bem, feita a primeira ressalva é hora de conferir as outras principais dúvidas sobre trabalhar na França.

  1. Quais são as profissões do momento na França?

Bom, se o seu objetivo é trabalhar na França não basta ter realizado um bom curso de francês, apesar de ele ser imprescindível. É necessário, também, preparar-se para o mercado de trabalho em terras francesas.

Atualmente se destacam na França as profissões relacionadas à tecnologia e à engenharia. Além disso,o mercado oferece bastantes oportunidades para as áreas química e farmacêutica, bem como financeira e de turismo!

  1. Como procurar emprego na França?

Obviamente essa também é uma das dúvidas sobre trabalhar na França que aparecem mais frequentemente. Afinal, como é possível um estrangeiro ganhar destaque ao procurar um emprego?

Para isso, primeiramente monte um currículo em francês listando suas proficiências e conhecimentos, bem como experiências. Em seguida, cadastre-se em sites de recrutamento online, Linkedin e cadastre-se em bancos de talentos de organizações.

Além disso, não deixe de fazer um teste de proficiência como o DELF e o DALF, que são emitidos pelo governo francês e demonstram seu conhecimento na língua. Isso é crucial para se destacar!

Por fim, não deixe de validar o seu certificado universitário brasileiro por meio do Atestado de Comparabilidade que é emitido pelo Centro ENIC-NARIC. Em caso contrário o seu diploma poderá não ter validade ou reconhecimento na França.

  1. É preciso de autorização para trabalhar na França?

A última dúvida que trazemos se refere à necessidade de autorização para prestar trabalho profissional na França. 

A resposta varia de acordo com quem realiza a pergunta. Assim, quem possui cidadania europeia (como no caso de dupla cidadania) não necessita emitir qualquer tipo de documento para autorização de trabalho.

Por outro lado, quem não possui cidadania na Europa deve emitir o visto de trabalho. Entretanto, ele somente é emitido quando o trabalhador já possui uma proposta de emprego realizada por uma empresa francesa.

Assim, o governo acatou ao pedido da empresa que, de alguma forma, torna-se responsável pelo estrangeiro.

Finalmente, também é possível utilizar o visto de estudante para trabalhar. Nesse caso é possível prestar serviços por até 20 horas semanais.