Leandro Portugal (na foto com Axel Grael) pretende reforçar as medidas de proteção às áreas de preservação ambiental de Niterói. Arquivo pessoal.
Leandro Portugal (na foto com Axel Grael) pretende reforçar as medidas de proteção às áreas de preservação ambiental de Niterói. Arquivo pessoal.

A defesa de áreas protegidas, o desenvolvimento sustentável da cidade e a proteção dos animais serão as prioridades do advogado Leandro Portugal (PV), que foi anunciado, nesta quarta-feira, como o futuro Secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade (SMARHS) de Niterói. Vereador reeleito para o segundo mandato, ele aceitou o convite do prefeito eleito, Axel Grael, para assumir a secretaria a partir de primeiro de janeiro de 2021.

— Pretendo focar no desenvolvimento sustentável, na preservação das áreas verdes, na proteção dos animais, no movimento agroecológico urbano, na educação ambiental e no combate ao lixo plástico, entre outros projetos – disse o futuro secretário.

Eleito vereador em 2016 pelo Partido Verde, com mais de quatro mil votos, Portugal foi um dos vereadores mais atuantes de Niterói na atual legislatura. Apresentou 79 projetos de lei e 580 indicações legislativas. É de sua autoria os projetos do Castramóvel (castração de animais de rua) e o que proíbe a circulação de motos com escapamentos adulterados, o que provoca poluição sonora.

Filho de médicos, Portugal também foi o autor do projeto que proíbe sacolas e canudos plásticos. Ele comandou a luta em Brasília contra a concessionária Enel pela precariedade dos serviços prestados à população de Niterói.

— A Secretaria de Meio Ambiente é fundamental para Niterói. Um dos projetos é fomentar a agricultura urbana familiar, aumentando as ofertas de emprego e renda e estimulando a produção de alimentos saudáveis. O prefeito Grael quer fazer de Niterói uma cidade cada vez mais sustentável  – concluiu Portugal.