Brasília/DF 4/12/2013 – Isto favorece às concessionárias e o cliente, também, que pode sair da loja com um seminovo no mesmo dia da compra

O Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Distrito Federal (SINCODIV/DF), juntamente com a Agenciauto/DF, fechou um acordo junto ao Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), que aumenta a validade das vistorias feitas em veículos usados destinados à revenda. O prazo anterior, que era de 30 dias, passou para 180 dias e é válido para concessionárias e demais revendedoras de veículos.

Uma luta antiga desta gestão foi realizada: o que era tentativa desde 2004, enfim se tornou realidade. A medida favorece as concessionárias e demais lojas filiadas ao Sindicato. Agora, quando um comprador entregar o seu veículo como parte da aquisição de um outro – seja ele zero quilômetro ou semi-novo –, a concessionária fará a nota fiscal de entrada desse veiculo; o proprietário fará o preenchimento do DUT e reconhecerá a firma da assinatura; e o Departamento de Trânsito dará a baixa no atual proprietário, informando que o veiculo pertence à concessionária “X” e que o mesmo se encontra como parte do estoque.

Anteriormente, o carro era transferido para a concessionária, abrindo a necessidade de uma vistoria. Quando o mesmo veículo fosse revendido pela loja que o recebeu, era necessário abrir um novo processo de transferência: mais uma vistoria e uma nova taxa. Agora, existe a necessidade de apenas um processo, com a possibilidade de fazer a vistoria independente da venda, com validade de seis meses e cobrança de uma tarifa única, no valor de R$ 56,67. “Isto favorece às concessionárias e o cliente, também, que pode sair da loja com um seminovo no mesmo dia da compra”, explica Luis Fernando Machado, presidente do SINCODIV/DF.

Vistorias antes que levavam em torno de 20 dias para serem agendadas reduzirão drasticamente o tempo, eliminando a feita para a entrada do veículo na loja, bem como a necessidade de levar o veículo no posto de vistoria por duas vezes. Isso sem contar a redução de custos. As concessionárias e revendedoras também ganham em segurança: elas não correm o risco da perda do veículo caso o proprietário anterior tenha alguma pendência com a Justiça. O automóvel passa para a propriedade da concessionária e ou revendedora de veículos usados no momento da averbação junto ao Detran/DF.

A loja realizará a vistoria do veículo: anteriormente ela valia por apenas 30 dias e, agora, passa a valer por 180 dias. Antes, os carros que ultrapassavam o limite de um mês nas revendas ocasionavam em prejuízo para as lojas: o Departamento de Trânsito considerava isso como uma infração grave, o que ocasionava em multa de R$ 127, além da necessidade de realizar uma nova vistoria. “O SINCODIV/DF trabalhou por esta conquista, que favorece as concessionárias e demais lojas de revenda de veículos”, exalta Luis Fernando Machado.

O Sindicato está, ainda, trabalhando junto ao Detran/DF para que haja um box exclusivo para vistorias dos veículos das concessionárias e revendedoras filiadas à Agenciauto/DF, que deverá se chamar “Detran Empresarial”, localizado na Cidade do Automóvel. O Detran/DF também estuda a possibilidade de fazer a vistoria dentro da própria concessionária, o que facilitaria e agilizaria a revenda de veículos usados.

Pleiteado desde 2004, o acordo foi possível graças à instrução nº 685, do Departamento de Trânsito, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, no último dia 28 de novembro, estabelecendo, portanto, um prazo para a transferência e taxas menores para as concessionárias. Trabalharam nesta empreitada Luis Fernando Machado e Silva, Hélio Aveiro, Alessandro Soldi e Magali Giocondo, do SINCODIV/DF; e Paulo Poli, presidente da Agenciauto/DF.

Website: http://www.proativacomunicacao.com.br/novo/noticias/vistoria-de-veiculos-tera-validade-de-seis-meses-e-taxa-menor-para-concessionarias-e-revendedoras/