O ipê branco plantado no Peró, que veio de Brasília, ficará com o ipê da foto, também plantado por Fragoso em Cabo Frio.
O ipê branco plantado no Peró, que veio de Brasília, ficará com o ipê da foto, também plantado por Fragoso em Cabo Frio.

Como caseiro, motorista particular e jardineiro, ele conviveu com grandes personalidades da República, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Funcionário do falecido jurista Hélio Saboya Ribeiro, que presidiu a OAB e criou o programa Rio Contra o Crime, José Fragoso buscava no Rio as personalidades que visitavam seu patrão em Cabo Frio. Nas horas vagas, cuidava dos jardins da casa de Saboya e daí surgiu a nova profissão, de jardineiro.

Aposentado, aos 78 anos, Fragoso não perdeu o amor pelas plantas. Por onde passa, deixa sua marca no cuidado dos jardins que ele mesmo cria ou de estranhos. No último sábado, ele plantou um raro ipê branco, que veio de Brasília, no local onde planeja criar um pomar urbano ao lado da degradada Praça do Moinho, no Peró. Ele ganhou quatro mudas de ipê: uma deu para o prefeito José Bonifácio, plantou duas no Peró (na igreja católica e na pracinha) e a quarta guardou para plantar em outro ponto do Peró.

— Planta é para quem gosta, é para quem ama o verde. A planta conhece as pessoas que gostam de agradar a natureza. E se tenho alguma coisa, devo a elas – disse Fragoso, que adquiriu o amor pelas plantas muito jovem, quando ainda trabalhava na lavoura em Paty do Alferes, sua terra natal.

Com o incentivo da mulher, a advogada Maria Célia Garito, Fragoso prometeu apoiar o projeto de arborização do Peró, numa parceria com o Espaço Comunidade e os Amigos do Peró. Há anos, o bairro luta em vão por um projeto de pantio de mudas de espécies da Mata Atlântica e da restinga nas suas ruas e praças. Na pracinha onde Fragoso plantou o ipê já existem duas aroeiras e um pau-brasil, plantados por moradores:

— A prefeitura não tem que fazer tudo. Em vez de somente gritar, os moradores precisam se unir e realizar o que for possível. Aqui é nossa casa. Fiquei muito orgulhoso quando estive em Roma a passeio e um grupo de italianos falou da Bandeira Azul do Peró – lembrou o aposentado.

Fragoso já teve seus jardins fotografados pela Revista Cláudia. Os ipês foram trazidos de Brasília por um cabo-friense admirador do trabalho voluntário de Fragoso.  Ele pretende reunir os dois principais jardineiros profissionais do Peró, Adão e Élcio, para formar um mutirão verde em defesa do bairro. Para isso conta com o apoio de um velho amigo, o engenheiro sanitário Juarez Lopes, atual secretário de Meio Ambiente, e do sub de Lopes, o biólogo Mário Flávio Moreira, morador do Peró.

Paulo Araújo
Paulo Roberto Araújo fez sua carreira profissional no jornal O Globo. Prêmio CREA de Meio Ambiente, foi repórter e depois editor assistente (chefe de reportagem) da Editoria Rio durante 25 anos, com atuação voltada principalmente para o meio ambiente e o interior do Rio.